Show simple item record

dc.contributor.advisorCaleffe, Luiz Gonzagapt_BR
dc.contributor.authorEsteves, Priscila Cesarpt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Parana. Setor de Ciencias da Saúdept_BR
dc.contributor.otherRosario Filho, Nelson Augusto, 1949-pt_BR
dc.date.accessioned2013-09-05T21:23:22Z
dc.date.available2013-09-05T21:23:22Z
dc.date.issued2013-09-05
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/31993
dc.description.abstractResumo: A rinite alérgica é uma doença comum, porém pouco se sabe de sua epidemiologia, pelo fato de seu diagnóstico se basear no reconhecimento de um complexo de sinais e sintomas que se expressam com gravidade variável. A rinite alérgica perene tem como principal agente etiológico o ácaro Dermatophagoides pteronyssinus (DP) e a rinite sazonal, a gramínea Lolium multiflorum (LOLIUM). O questionário do ISAAC modificado para a população de Curitiba, foi validado em crianças de 13 e 14 anos, com rinite perene (n=32) e em adultos com polinose (n=32), e respectivos controles não alérgicos. A validação demonstrou alta sensibilidade, especificidade e reprodutibilidade ao questionário. O questionário foi então aplicado em escolares (n=3271), de 13 e 14 anos da rede de ensino de Curitiba e adultos (n=3041), de Curitiba, seguido da realização de teste cutâneo alérgico (TCA) com os dois principais alérgenos aéreos, DP e LOLIUM. A frequência dos sintomas nasais nos últimos 12 meses foi alta nos adultos (65%) e nos escolares (47%). Quando os sintomas de rinite e sintomas oculares foram associados com a positividade ao TCA, para o alérgeno DP, as frequências dos sintomas, mensuradas para adultos e crianças foram, respectivamente, 25,4% e 12,2%. Para o alérgeno LOLIUM, a prevalência em adultos foi de 10,4% e em crianças 1,8%. A frequência de sensibilização atópica ao LOLIUM em adultos foi de 15,4% e em crianças de 4,7%. Para DP, a frequência de sensibilização atópica observada em adultos foi de 38,9% e em crianças, 31,3%. Este estudo epidemiológico sobre rinite alérgica, em adultos e crianças, utilizou o TCA para valorizar um instrumento de pesquisa aceito internacionalmente que é o questionário do ISAAC, e com isso determinar com maior precisão a prevalência de rinite alérgica perene e sazonal em Curitiba. Além disso ficou evidente os altos índices de sensibilização atópica.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectRinitept_BR
dc.subjectRinite alergica perenept_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titlePrevalência de rinite alérgica perene e sazonal em escolares de 13 e 14 anos e adultos na cidade de Curitibapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record