Show simple item record

dc.contributor.advisorMalinovski, Jorge Robertopt_BR
dc.contributor.authorCorrea, Carla Maria Camargopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Agrárias. Programa de Pós-Graduaçao em Engenharia Florestalpt_BR
dc.contributor.otherDedecek, Renato Antôniopt_BR
dc.contributor.otherSanquetta, Carlos Roberto, 1964-pt_BR
dc.date.accessioned2013-06-03T14:45:16Z
dc.date.available2013-06-03T14:45:16Z
dc.date.issued2013-06-03
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/3179
dc.description.abstractEsse trabalho avaliou as perdas de solo provenientes de estradas de uso florestal e seus efeitos na qualidade da água, as amostragens corresponderam a trechos de divisoras ou aceiros e estradas secundárias durante o período de um ano com inicio logo após a colheita de madeira, em quatro UMFs (Ruthes e Leonel em Ita e Paredão e Divisa em Três Barras), que apresentaram condições de relevo e solo diferenciados, essas áreas pertencem a uma empresa florestal localizada no planalto norte catarinense. Os tratamentos compreenderam: estradas com medidas de conservação, estradas sem medidas de conservação e estradas dentro do povoamento (divisoras ou aceiros), em cada tratamento avaliaram-se também as respectivas áreas de contribuição (áreas adjacentes aos trechos de estrada avaliada). As medidas de conservação consistiam em barreiras de contenção de enxurrada associada a caixas de retenção de água eqüidistantes em aproximadamente 50 m e presença ou não de revestimento primário. Os sedimentos foram coletados quinzenalmente através das calhas Coshocton anexas a baldes, os quais foram pesados e submetidos à análise físico-química. As UMFs localizadas em Itaiópolis apresentaram perdas anuais de 10,71 t km4 nos trechos de estradas avaliados e 05 t ha’ nas suas respectivas áreas de contribuição, nas UMFs de Zrês Barras o volume de sedimentos perdidos por processo erosivo correspondeu a km nos trechos de estradas avaliados e C.014 t ha. A enxurrada proveniente E’s tratamentos avaliados apresentaram ai:eracóes na cuaLdade da agua. nos seguintes rrmetros: turbidez, cor e concentraco de eementos como. remo. dosforo e nitrato. entanto, a qualidade da agua dos correios iue a:ra essam as L MFs avaiiadas zrresentaram conformidade com os parámetros estaheiecdo pela ResoluçJo 357 do d\AMA, As perdas de solo obser adas no periodo foram comparadas com os zes de perdas de solo estimados atraés da Equação Universal de Perda do Solo - sada (RUSLE), e os resultados obtidos apresentaram alta correlação e • z:cáncia estatística na maioria dos tratamentos avaliados, considerando 95% de - - ilidade. A erosividade da chuva foi determinante na ocorrência de processos cs. Já os fatores: comprimento e declividade da rampa e a erodibilidade do solo -. decisivos no que se refere ao volume de sedimentos em estradas observados u período. Este modelo apresentou possibilidade de utilização para predição de - e solo provenientes de estradas, no entanto é preciso que haja a determinação - dade da chuva e conhecimento dos demais fatores, que podem ser obtidos - .z rs levantamentos de solo. As práticas de conservação utilizadas em estrada u volume de sedimentos produzidos por processo erosivo em 22,3%, nas - aiopoiis e 39,8% nas UMFs de Três Barras.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectSolos - Erosão - Santa Catarinapt_BR
dc.subjectSolos - Conservação - Santa Catarinapt_BR
dc.subjectEstradas florestais - Santa Catarinapt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titlePerdas de solo e a qualidade da água procedente de estrada de uso florestal no planalto catarinensept_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record