Show simple item record

dc.contributor.authorAlencar, Eduardo Domenici dept_BR
dc.contributor.otherFriedrich, Tatyanapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Parana. Setor de Ciencias Juridicas. Curso de Graduação em Direitopt_BR
dc.date.accessioned2013-07-12T12:03:04Z
dc.date.available2013-07-12T12:03:04Z
dc.date.issued2013-07-12
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/31435
dc.description.abstractA sociedade civil, e em especial as Organizações Não-Governamentais, tem obtido cada vez mais espaço no cenário internacional para defender o que acreditam ser essencial à coletividade. A partir da Carta da ONU de 1945, as ONGs que correspondem às exigências da Organização podem adquirir o status consultivo perante o Conselho Econômico e Social, o que lhes permite participar de determinados projetos do órgão e cooperar com Estados de diferentes maneiras. Também é crescente sua participação em outros organismos internacionais, como a União Européia. Por serem um fenômeno relativamente nova nas relações internacionais, ainda há de se discutir sua real importância para a sociedade, seu tratamento pelo Direito Internacional, bem como determinar de que forma podem colaborar com o sistema internacional e como será feita a fiscalização sobre sua atuação e suas finanças.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectOrganizações não-governamentaispt_BR
dc.titleO papel das organizações não-governamentais no estado modernopt_BR
dc.typeMonografia Graduaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record