Show simple item record

dc.contributor.authorSouza, Diego de Santanapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Biológicas. Programa de Pós-Graduaçao em Ciencias Biológicas (Entomologia)pt_BR
dc.contributor.otherFreire, Marcela Laura Monnépt_BR
dc.contributor.otherMarinoni, Lucianept_BR
dc.date.accessioned2013-07-18T19:49:20Z
dc.date.available2013-07-18T19:49:20Z
dc.date.issued2013-07-18
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/31154
dc.description.abstractResumo: É apresentada a revisão taxonômica do gênero Ateralphus Restello, Iannuzzi & Marinoni, 2001 com base no estudo morfológico detalhado da espécie-tipo e da morfologia externa e genitálias das demais espécies. O gênero e suas espécies são redescritos, três novas espécies são descritas e é fornecida chave para identificação das espécies e mapa de distribuição geográfica. O gênero passa a ser composto por nove espécies e dois agrupamentos de espécies puderam ser observados, diferenciados principalmente pelos lobos oculares inferiores, pelas genas e pelo padrão de coloração das cerdas das tíbias. Um grupo é constituído pelas espécies que apresentam lobos oculares superiores distantes entre si por aproximadamente o triplo ou mais que a largura de um lobo, lobos oculares inferiores estreitos e retangulares, com altura menor que a das genas, genas paralelas e tíbias com anel ou mácula de cerdas castanho-escuras na região subapical. Neste grupo estão incluídas as seguintes espécies: A. lacteus Galileo & Martins, 2006; A. variegatus (Mendes, 1938); e A. sp1 sp. nov.. No outro grupo, as espécies apresentam lobos oculares superiores distantes entre si por medida igual ou até o dobro da largura de um lobo, lobos oculares inferiores largos e arredondados, com altura subigual ou maior que a das genas, genas convergentes e tíbias com denso anel de cerdas castanho-escuras na região apical. Neste grupo estão incluídas as seguintes espécies: A. dejeani (Lane, 1973); A. javariensis (Lane, 1965); A. senilis (Bates, 1862); A. subsellatus (White, 1855); A. sp2 sp. nov.; e A. sp3 sp. nov.. Novos registros de distribuição geográfica foram obtidos para A. dejeani (Brasil (Goiás), Argentina (Misiones) e Paraguai (Alto Paraná)), A. lacteus (Venezuela (Distrito Capital), Bolívia (Cochabamba) e Brasil (Amazonas e Mato Grosso)), A. senilis (Brasil (Amapá e Amazonas)), A. subsellatus (Brasil (Rondônia e Mato Grosso), Bolívia (La Paz) e Paraguai (Alto Paraná)) e A. variegatus (Guiana Francesa (Cayenne) e Argentina (Misiones)).pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectDissertaçõespt_BR
dc.subjectColeopteropt_BR
dc.subjectCerambicideopt_BR
dc.titleRevisão taxonômica de ateralphus restello, Iannuzzi & Marinoni, 2001 (Coleoptera, Cerambydae, Laminae)pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record