Show simple item record

dc.contributor.authorDal Lago, Alfredo Andreazapt_BR
dc.contributor.otherCortiano Junior, Eroulthspt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Parana. Setor de Ciencias Juridicas. Curso de Graduação em Direitopt_BR
dc.date.accessioned2013-07-04T14:39:05Z
dc.date.available2013-07-04T14:39:05Z
dc.date.issued2013-07-04
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/31009
dc.description.abstractÉ fato que, cada vez com maior êxito, os transplantes de órgãos e tecidos consistem em alternativa terapêutica segura e eficaz para tratar diversas doenças, promovendo melhoria na qualidade e na perspectiva de vida dos receptores. A legislação brasileira sobre o tema, particularmente a Lei n.º 9.434/97, trata de modo indistinto os transplantes de tecidos e de órgãos, desconsiderando as diferenças específicas nos procedimentos envolvidos e no manejo dos materiais próprios a cada modalidade de transplante. O presente trabalho se propôs a uma abordagem interdisciplinar, com vistas a localizar quais os problemas que essa generalização legal acarreta para ciência médica e, mais especificamente, discutir como os entraves jurídicos gerados poderiam ser sanados. De forma geral, pode-se constatar a necessidade de reavivar a discussão dessa matéria, dado que a legislação atual tolhe a ação médica, tornando o tema transplante uma questão própria à lege ferenda.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTransplante de órgãos, tecido, etc - Legislação - Brasilpt_BR
dc.subjectBioeticapt_BR
dc.subjectMedicina - Prática - Legislaçãopt_BR
dc.titleO transplante de tecidos músculo-esqueléticos e a legislação brasileira.pt_BR
dc.typeMonografia Graduaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record