Show simple item record

dc.contributor.authorCarvalho, Maria Luiza Siqueira dept_BR
dc.contributor.otherFerreira Filho, Manoel Caetanopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Parana. Setor de Ciencias Juridicas. Curso de Graduação em Direitopt_BR
dc.date.accessioned2013-07-02T22:43:29Z
dc.date.available2013-07-02T22:43:29Z
dc.date.issued2013-07-02
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/30917
dc.description.abstractNa busca de um processo mais célere,equilibrado e com resultados úteis,o Processo Civil brasileiro vem sofrendo,ao longo dos últimos anos, sucessivas reformas em sua estrutura. Dentre elas está a recente Lei nº. 11.232/2005, a qual acarretou profunda modificação no procedimento executivo,concretizando,por fim,um modelo processual sincrético. O escopo principal desta nova lei é alcançar uma pretensão jurisdicional efetiva,que possibilite às partes um processo mais célere,equilibrado e com resultados finais úteis. Nessa medida,importante se mostra a análise da nova estrutura processual,para que se possa avaliar quão efetiva será esta reforma. Neste trabalho,apresenta-se inicialmente um panorama geral da diretriz originalmente adotada pelo Código de Processo Civil. Depois,são analisadas ,de forma objetiva,as principais alterações trazidas pela Lei referentes à execução de obrigações de pagar quantia. Por fim,nas considerações finais,são destacados pontos positivos e negativos das alterações, analisando-se criticamente a reforma. O enfoque central,portanto,não será dado nas mudanças meramente processuais ,mas acima de tudo será buscada a análise da real efetividade deste novo modelo processual sincrético.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectProcesso civil - Brasilpt_BR
dc.titleA nova sistemática da execução no processo civil brasileiropt_BR
dc.typeMonografia Graduaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record