Show simple item record

dc.contributor.authorFaustino, Caio Leitept_BR
dc.contributor.otherLuz, Marcos Gomes Eleutério da, 1968-pt_BR
dc.contributor.otherViswanathan, Madras Gandhipt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Exatas. Programa de Pós-Graduaçao em Físicapt_BR
dc.date.accessioned2018-02-07T16:16:10Z
dc.date.available2018-02-07T16:16:10Z
dc.date.issued2013pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/30895
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Marcos Gomes Eleutério da Luzpt_BR
dc.descriptionCoorientador: Prof. Dr. Madras Gandhi Viswanathanpt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Exatas, Curso de Pós-Graduação em Física. Defesa: Curitiba, 28/03/2013pt_BR
dc.descriptionBibliografia: fls. 127-137pt_BR
dc.description.abstractResumo: Esta dissertação visa discutir e analisar em primeiro lugar certas formações do português brasileiro, tais como: a apresentação do Pedro, a aprovação do Pedro, das quais é possível se extraírem tanto uma leitura mais agentiva do sintagma preposicionado [do Pedro], quanto uma leitura de objeto afetado ou tema, ao contrário do que foi apontado por Scher (2004). A discussão se estende também para construções como: a destruição do muro do Pedro, a desarrumação da cozinha do bebê, defendendo a ideia de que, apesar da coocorrência dos dois argumentos introduzidos pela preposição "de?, um deles pode receber leitura agentiva, distanciando-se dos dados do grego analisados por Alexiadou (2001). Tendo como objetivo específico descobrir quais mecanismos da língua subjazem ao fenômeno observado, adota-se como arcabouço teórico a proposta inaugurada por Halle e Marantz (1993) e Marantz (1997), denominada Morfologia Distribuída, teoria de cunho não lexicalista que entende que as mesmas operações sintáticas realizadas na derivação de sentenças, atuam na formação de palavras. De maneira particular, o estudo desenvolvido por Oliveira (2009), acerca do processo de derivação prefixal e sufixal do português brasileiro, é aqui considerado. Em linhas gerais propõe-se que a depreensão da leitura agentiva do único argumento realizado na nominalização, ou de um deles no caso de os dois argumentos serem realizados, deve-se à presença de um núcleo funcional "Voz? a disponibilizar uma posição sintática, permitindo o licenciamento do argumento agente, por conseguinte a leitura agentiva. Quando "Voz? não está presente na estrutura da nominalização, a leitura do argumento será a de objeto afetado ou tema.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The present dissertation aims to discuss and analyse particular word structures from the Brazilian Portuguese, such as: a apresentação do Pedro, a aprovação do Pedro, which can provide either a more agentive reading of the prepositional phrase, or an object or theme-oriented reading, contrary to what was pointed by Sher (2004). The discussion can also be extended to structures such as: a destruição do muro do Pedro, a desarrumação da cozinha do bebê, defending the idea that in spite of the co-occurrence of the two "arguments" introduced by the preposition "de", one of them can be read as "agentive", drifting apart from the analysis of the Greek, made by Alexiadou (2001). Intending specifically to discover which mechanisms underlie that phenomenon, the theoretical framework adopted is the study by Halle e Marantz (1993) and Marantz (1997), known as "Distributed Morphology". This theory, with a non-lexicalist approach, interprets that the syntactic operations performed in the derivation of sentences, act in word formation. In particular, the study by Oliveira (2009), concerning the process of suffix and prefix derivation in the Brazilian Portuguese, is considered in this dissertation. In general, it is proposed that the understanding of agentive interpretation of the only argument held in nominalization, or one of them if both arguments are made, is due to the presence of a functional core 'Voice' providing a syntactic position, allowing the licensing of the agent argument, and therefore the "agentive interpretation". When 'Voice' is not present in the structure of nominalization, the interpretation of the argument will be oriented to the affected object or theme.pt_BR
dc.format.extent140f. : il. , grafs., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectTransformações de fase (Fisica estatistica)pt_BR
dc.subjectVariaveis aleatoriaspt_BR
dc.subjectFísicapt_BR
dc.titleTransições de fase em buscas aleatórias no regime de baixas densidades de alvospt_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record