Show simple item record

dc.contributor.authorRampazzo, Dúnia Serpapt_BR
dc.contributor.otherSantos, Juarez Cirino dospt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Parana. Setor de Ciencias Juridicas. Curso de Graduação em Direitopt_BR
dc.date.accessioned2013-07-01T12:48:07Z
dc.date.available2013-07-01T12:48:07Z
dc.date.issued2013-07-01
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/30687
dc.description.abstractA função preventiva especial positiva da pena, que se baseia na concepção de crime como "anomalia individual" e de pena como "tratamento curativo", se traduzindo pela finalidade de reeducar, reformar, corrigir, ressocializar e reinserir o condenado ao meio social, adotada a nível legal no Brasil, encontra seus fundamentos com o surgimento da privação de liberdade como modelo punitivo, com a disciplina no interior do ambiente carcerário e com o positivismo no campo teórico, trata-se do tema central do presente trabalho. Partindo-se da visão tida pela Criminologia Crítica e Radical desta função atribuída à pena, irá se realizar uma análise deste fim ideológico atribuído à sanção penal, desmistificando-o e revelando o seu real objetivo, qual seja, manter o status quo vigente, por meio da reprodução da marginalização e desigualdade entre as classes sociais, características da sociedade capitalista, na qual surgiu e se desenvolveu a função da pena objeto deste estudo.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectPena (Direito)pt_BR
dc.subjectCriminologiapt_BR
dc.subjectExecuções (Direito)pt_BR
dc.subjectPrisãopt_BR
dc.titleUma análise da função preventiva especial positiva da pena adotada no Brasil à luz da criminologia crítica e radicalpt_BR
dc.typeMonografia Graduaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record