Show simple item record

dc.contributor.advisorCervi, Armando Carlos, 1944-pt_BR
dc.contributor.authorSilva, Suelen Cristina Alves dapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Biológicas. Programa de Pós-Graduaçao em Botânicapt_BR
dc.contributor.otherPadial,Andre Andrianpt_BR
dc.contributor.otherBona, Cleusa, 1966-pt_BR
dc.date.accessioned2013-07-15T14:21:59Z
dc.date.available2013-07-15T14:21:59Z
dc.date.issued2013-07-15
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/30665
dc.description.abstractResumo: Macrófitas aquáticas são estruturadoras do ecosistema proporcionando a ciclagem de nutrientes na coluna d'água, além de promover abrigo à fauna aquática. Contudo, a poluição aquática pode promover a intensa proliferação dessas plantas causando efeitos deletérios ao meio aquático além de encarecer os custos com manutenção de turbinas e grades de segurança em reservatórios. O objetivo do presente trabalho foi realizar um levantamento florístico e estudo ecológico da variação espaço-temporal das comunidades de macrófitas de quatro reservatórios de abastecimento público da bacia hidrográfica do rio Iguaçu - PR. O levantamento florístico inventariou nos quatro reservatórios 110 espécies, 66 gêneros e 37 famílias. A família Cyperaceae foi a mais representativa (21 spp.), seguida de Asteraceae (10 spp.), Poaceae (9 spp.), Onagraceae e Polygonaceae (8 spp. cada). O estudo ecológico foi realizado em bancos de macrófitas dos quatro reservatórios onde, a extensão dos bancos, riqueza de espécies, equitabilidade, diversidade beta, Índice de Shannon-Wiener e composição de espécies foram avaliados. Espécies bioindicadoras de cada reservatório foram determinadas pela análise IndVal. Os resultados revelaram que há variação temporal nos reservatórios para a riqueza de espécies e para a sua composição. A extensão dos bancos de macrófitas varia tanto temporal quanto espacialmente. A diversidade beta não apresentou variação, pois todos os reservatórios são sujeitos às mesmas variações ambientais. Os resultados indicaram que os reservatórios apresentam uma significante variação espacial nas métricas de biodiversidade e composição específica. Devido à ação promotora de biodiversidade exercida pela comunidade das macrófitas aquáticas, o entendimento da sua dinâmica espacial e temporal é central para subsidiar ações de manejo e conservação.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectDissertaçõespt_BR
dc.subjectEcologia dos reservatoriospt_BR
dc.subjectFauna de agua docept_BR
dc.subjectPlantas aquaticaspt_BR
dc.titleFlorística e variação espaço-temporal de macrófitas aquáticas em reservatórios de abastecimento da Bacia do Rio Iguaçu, PR, Brasilpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record