Show simple item record

dc.contributor.authorRaichert, Carolinept_BR
dc.contributor.otherMenezes, José Vitor Nogara Borges dept_BR
dc.contributor.otherFraiz, Fabian Calixtopt_BR
dc.contributor.otherFerreira, Fernanda de Moraispt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Gradiação em Odontologiapt_BR
dc.date.accessioned2013-06-03T19:51:43Z
dc.date.available2013-06-03T19:51:43Z
dc.date.issued2013-06-03
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/30300
dc.description.abstractResumo: Sono é um estado de consciência que influencia todas as funções cerebrais e orgânicas. Durante a infância, apresenta características distintas daquelas do adulto, as quais vão se modificando ao longo dos anos. Problemas relativos ao sono não são raros em crianças, podendo estar ligados, entre outros fatores, à alimentação associada ao sono. O objetivo da presente pesquisa foi avaliar os hábitos de alimentação durante o sono em crianças, especificamente o uso de mamadeira, e sua relação com problemas de sono na infância. Foram avaliadas 160 crianças entre 0 e 71 meses de idade, matriculadas em dois Centros Municipais de Educação Infantil da cidade de Curitiba. As mães destas crianças responderam a 2 questionários: o primeiro, com questões relativas às condições socioeconômicas e aos hábitos de higiene e dieta das famílias; o segundo, um inventário de hábitos do sono para crianças de até 6 anos de idade, já validado para a língua portuguesa. Os testes estatísticos de qui-quadrado de Pearson e exato de Fisher foram utilizados para se identificar as associações entre o uso de mamadeira e as variáveis socioeconômicas e relativas a problemas com o sono. O risco de tais associações foi calculado através da razão de prevalências, com um intervalo de confiança de 95%. Os resultados demonstraram uma relação estatisticamente significante entre o uso de mamadeira associada ao sono e acordar à noite, chamar pelos pais à noite, medo de escuro e terror noturno para as crianças participantes da pesquisa. Não se identificaram associações entre utilização de mamadeira durante o sono e condições socioeconômicas das famílias. Concluiu-se que existem sim, relações entre alguns problemas de sono, como medo e insegurança, e uso de mamadeira para a população estudada.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectDissertaçõespt_BR
dc.subjectDisturbios do sonopt_BR
dc.subjectSaúde bucalpt_BR
dc.titleDistúrbios do sono e uso de mamadeirapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record