Show simple item record

dc.contributor.authorSilva, Ernani Joãopt_BR
dc.contributor.otherGarcias, Paulo Mellopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Sociais Aplicadas. Programa de Pós-Graduaçao em Contabilidadept_BR
dc.date.accessioned2013-11-04T23:14:01Z
dc.date.available2013-11-04T23:14:01Z
dc.date.issued2013-11-04
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/30124
dc.description.abstractResumo: Este trabalho é um estudo que busca identificar qual é a percepção que se faz presente em produções cientificas contábeis sobre a Ciência Econômica. Seu objetivo, em essência, é verificar qual a aderência da percepção manifesta por estudiosos com formação em Contabilidade - graduação e/ou pós-graduação stricto sensu - com relação aos elementos matriciais da disciplina econômica propriamente dita. Para tanto, esta pesquisa de natureza qualitativa avalia o conteúdo temático de artigos de periódicos Qualis de instituições cujos programas na área contábil foram recomendados pela Capes no ano de 2012. O ambiente motivador para tal desenvolvimento encontra-se no fato de que a Economia e a Contabilidade são linhas de pensamento convergentes, com relação ao objeto que observam e sobre os objetivos que buscam. Um adequado diálogo entre estas duas áreas pode representar um importante catalisador para o incremento qualitativo das pesquisas do campo das Ciências Sociais Aplicadas. Quanto aos aspectos estruturais deste estudo, três elementos norteiam esta pesquisa. O primeiro é a estrutura paradigmática que se faz sustentada na matriz disciplinar de Thomas S. Kuhn e nos princípios fundamentais do pensamento econômico. O segundo é o processo de planejamento e execução fomentado pelos preceitos metodológicos da análise de conteúdo de Laurence Bardin. E o terceiro elemento é aquele que se refere à natureza do Corpus de análise, cuja extensão se restringe aos artigos disponíveis, até dezembro de 2012, nos bancos de dados eletrônicos considerados, por esta pesquisa, como representantes adequados do universo contábil brasileiro. Mediante este contexto estrutural foi encontrado que a pesquisa contábil no Brasil não apresenta, em sua maioria, problemas de percepção ou de aderência para com princípios fundamentais da disciplina econômica. Todavia, observou-se que ela se concentra muito em torno de apenas duas escolas econômicas, a Neoclássica e a Nova Economia Institucional. Desta forma, a pesquisa contábil negligencia tanto novas oportunidades de estudos como, também, a possibilidade de soluções importantes que podem estar presentes em outros colégios invisíveis da Economia. Além disso, igualmente foi capturado neste estudo que o volume de críticas contra o uso da Economia em pesquisas contábeis é pequeno e provém simplesmente do descontentamento dos estudiosos da Contabilidade sobre os pressupostos econômicos neoclássicos que, neste caso, muitas vezes são erroneamente generalizados para toda a Ciência Econômica.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectContabilidade - Publicaçoes cientificaspt_BR
dc.subjectAbordagem interdisciplinar do conhecimentopt_BR
dc.subjectEconomiapt_BR
dc.titleA percepção manifesta presente nos artigos contábeis brasileiros sobre a ciência econômicapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record