Show simple item record

dc.contributor.authorGonçalves, Patrícia Rodriguespt_BR
dc.contributor.otherCorrer, Cassyano Januáriopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias da Saúde. Programa de Pós-Graduaçao em Ciencias Farmaceuticaspt_BR
dc.date.accessioned2013-05-21T17:37:30Z
dc.date.available2013-05-21T17:37:30Z
dc.date.issued2013-05-21
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/30099
dc.description.abstractResumo: Os resultados comparativos entre adalimumabe, etanercepte, golimumabe, infliximabe e ustequinumabe em relação aos desfechos relatados pelo paciente (DRP) são desconhecidos. O objetivo deste trabalho foi realizar uma revisão sistemática e meta-análise de desfechos relatados pelo paciente publicados em ensaios clínicos randomizados (ECR) de agentes imunobiológicos utilizados por pacientes com psoríase moderada a grave. Os artigos relevantes foram identificados por busca sistemática em diversas bases de dados eletrônicas (Cochrane, Embase, IPA, Lilacs, Medline, Scopus, Scielo, Web of Science e Science Direct). Foram incluídos ECR publicados até maio de 2011. Os desfechos primários avaliados foram DLQI e SF-36. Ao final da busca e seleção, 29 estudos atenderam aos critérios de inclusão para síntese qualitativa e 15 ensaios clínicos foram incluídos para a meta-análise e comparações de múltiplos tratamentos, comparando adalimumabe, etanercepte, golimumabe, infliximabe ou ustequinumabe com placebo. Os dados obtidos mostraram que para o desfecho DLQI, ustequinumabe 90mg/semana apresentou a melhor medida de efeito comparado ao placebo (DM -8,84, IC 95% -10,21; -7,47). Para SF-36, a melhor medida de efeito para o componente físico (PCS) foi alcançada pelo golimumabe (DM 5,90, 95% CI 3,81; 7,99) e infliximabe 5mg/kg/semana no componente mental (MCS) (DM 5,71, 95% CI 4,26; 7,16). As avaliações indiretas entre os agentes imunobiológicos, por comparação de múltiplos tratamentos, não apresentaram diferenças significativas para qualquer desfecho considerado. Nossa revisão sistemática mostrou que todos os tratamentos imunobiológicos são superiores ao que placebo para todos os resultados avaliados. Os resultados dos componentes PCS e MCS do SF-36 mostram que não há correlação entre eles. Além disso, uma análise de custo-utilidade é necessária devido à diferença de custo de medicamentos imunobiológicospt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectDissertaçõespt_BR
dc.subjectPsoríasept_BR
dc.subjectImunologiapt_BR
dc.subjectFarmaciapt_BR
dc.subjectMeta-análisespt_BR
dc.titleDesfechos relatados pelo paciente (DRP) com Psoríase moderada a grave em tratamento com imunobiológicospt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record