Show simple item record

dc.contributor.advisorZanata, Silvio Marquespt_BR
dc.contributor.authorRibeiro, Caroline Fidalgopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Biológicas. Programa de Pós-Graduaçao em Ciencias Biológicas (Microbiologia, Parasitologia e Patologia Básica)pt_BR
dc.contributor.otherCosta, Michele Dietrich Mourapt_BR
dc.contributor.otherMercadante, Adriana Frolichpt_BR
dc.date.accessioned2013-01-28T17:35:00Z
dc.date.available2013-01-28T17:35:00Z
dc.date.issued2013-01-28
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/29358
dc.description.abstractResumo: CD28 de mamífero é uma glicoproteína com um importante papel na ativação de células T, através de sua interação com seus ligantes CD80 e CD86. Para se tornarem ativadas, células T naïve precisam reconhecer um peptídeo não próprio em moléculas MHC especificas. Entretanto, as células não estarão prontas para proliferar e iniciar a resposta imune sem o sinal co-estimulatório. Esse sinal ocorre através da interação entre CD28 e seus ligantes, induzindo as células T a proliferarem e expressarem IL-2. Em galinhas, CD28 possui propriedades funcionais similares, inclusive a ativação de células T; porém, seu perfil de expressão em células aviárias é desconhecido. Enquanto há inúmeros estudos sobre CD28 humano ou murino, há uma pequena quantidade de estudos acerca de CD28 de aves. Portanto, clonamos toda a proteína CD28 de galinha e sua porção extracelular em um plasmídeo reengenheirado eucarioto (pcDNA3.1(-)6His) e procarioto (pET28a(+)) respectivamente, visando a produção de uma ferramenta biotecnológica que auxilie o estudo do sistema imunológico de aves e o papel de CD28 nele. A proteína heteróloga expressa em bactérias foi purificada a partir de corpos de inclusão usando cromatografia de afinidade por metal imobilizado. Soro hiperimune foi gerado em camundongos por três imunizações intraperitoniais com a porção extracelular de CD28 como antígeno. Os anticorpos policlonais reconhecem tanto o CD28 expresso em células 293T, quanto a proteína endógena expressa em células T. Esplenócitos foram fusionados a células mielóides (P3.653) e hibridomas estáveis reativos a CD28 foram obtidos. Juntos, estes resultados sugerem que o antígeno expresso em bactéria é um imunógeno adequado para a obtenção de anticorpos contra a proteína expressa em células sanguíneas de aves.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectAnticorpos monoclonaispt_BR
dc.subjectLinfocitospt_BR
dc.titleProdução de anticorpos monoclonais para a molécula CD28 de linfócitos de galinhapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record