Show simple item record

dc.contributor.advisorLarocca, Liliana Müller, 1961-pt_BR
dc.contributor.authorMedeiros, Adeli Regina Prizybicien dept_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Enfermagempt_BR
dc.contributor.otherChaves, Maria Marta Nolascopt_BR
dc.date.accessioned2013-01-28T15:59:10Z
dc.date.available2013-01-28T15:59:10Z
dc.date.issued2013-01-28
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/29353
dc.description.abstractResumo: Estudo com abordagem qualitativa e cunho exploratório, com os objetivos de: identificar os saberes instrumentais e ideológicos presentes nos processos de trabalho dos enfermeiros dos Núcleos Hospitalares de Epidemiologia e caracterizar os processos de trabalho quanto a agentes, finalidade, meios e instrumentos, objeto e produtos. Foi desenvolvido junto a nove enfermeiros que atuam em cinco instituições hospitalares com Núcleo Hospitalar de Epidemiologia (NHES) na Cidade de Curitiba, PR, no período de 21 de março a 11 de maio de 2012 . As categorias de análise previamente definidas foram os saberes ideológicos e instrumentais presentes no Processo de Trabalho dos enfermeiros nos NHES. A coleta dos dados foi feita mediante instrumento fechado para identificação, roteiro de entrevista aberta, individual, e por meio de fontes secundárias. Os dados de identificação e os provenientes de fontes secundárias foram convertidos em informações para caracterização das dimensões da realidade objetiva, por meio das etapas 1. Conhecimento e 2. Interpretação da realidade objetiva da Teoria da Intervenção Práxica da Enfermagem em Saúde Coletiva (TIPESC); os dados das entrevistas abertas foram analisados pela Análise do Discurso, conforme Fiorin (2007). A partir das entrevistas foram construídas categorias empíricas, como forma de sistematização, para posterior comparação com as categorias de análise: saberes instrumentais e ideológicos. Constatou-se centralidade dos discursos dos enfermeiros nos Saberes instrumentais inerentes ao Processo de Trabalho em Vigilância Epidemiológica Hospitalar, em virtude da sua recente implantação. Mesmo sendo o Processo de Trabalho um Saber Ideológico, conforme o referencial teórico adotado, foi evidenciada influência significativa dos saberes instrumentais no cotidiano das ações dos enfermeiros, que ainda buscam espaço nas instituições para consolidação da Vigilância Epidemiológica Hospitalar e necessitam de maior reflexão acerca dos saberes ideológicos, representados pelas Políticas Públicas e pelo próprio Processo de Trabalho. Acredita-se que isso possibilitará novos caminhos para a atuação dos enfermeiros dos Núcleos Hospitalares, não mais centrada em tarefas, e sim na interpretação crítica e proposição de Políticas Públicas condizentes com as necessidades de saúde da população, capazes de integrar os diferentes níveis de atenção à saúde.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleSaberes instrumentais e ideológicos de enfermeiros no processo de trabalho em vigilância epidemiológica hospitalarpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record