Show simple item record

dc.contributor.advisorCunha, João Carlos da, 1949-
dc.contributor.authorKuhl, Marcos Roberto
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Programa de Pós-Graduação em Administração
dc.date.accessioned2015-11-17T15:13:17Z
dc.date.available2015-11-17T15:13:17Z
dc.date.issued2012
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/29351
dc.descriptionOrientador : Prof. Dr. João Carlos da Cunha
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Administração. Defesa: Curitiba,03/12/2012
dc.descriptionBibliografia :240-256
dc.descriptionÁrea de concentração: Estratégia e organizações
dc.description.abstractResumo: As atividades econômicas, mais fortemente as do meio empresarial, estão sendo pressionadas para que direcionem suas ações rumo ao desempenho sustentável, mais especificamente em seu sentido social e ambiental. Uma das alternativas para fazer frente a essas pressões são as inovações em produtos e processos (de produção e organizacionais). A inovação é um dos elementos chave da competitividade organizacional neste século; no entanto, são poucas as organizações que possuem, individualmente, as competências e recursos necessários para fazer frente à complexidade dos processos de inovação. Por isso, as organizações buscam colaborar com outras organizações (fornecedores, clientes, concorrentes, universidades, institutos de pesquisa, etc.), no sentido de conseguir as competências e os recursos necessários para as inovações com vistas a melhorar seu desempenho econômico, mas também seu desempenho social e ambiental. Diversos estudos destacam a relevância da inovação e da colaboração para a sustentabilidade, mas nenhum traz evidências sobre a relação que existe entre elas. Por isso, este estudo tem por objetivo identificar e analisar como a colaboração interorganizacional para a inovação se relaciona com o desempenho sustentável. Para este propósito, a inovação foi abordada a partir da sua intensidade e da sua abrangência. A colaboração para a inovação foi abordada a partir das fontes de colaboração (com quem colaborar) e dos motivos de colaboração. O desempenho sustentável foi abordado a partir da perspectiva das três dimensões (econômica, social e ambiental). Estes construtos foram integrados em um modelo no qual foram consideradas algumas variáveis de controle (idade, porte, internacionalização, estrutura de capital) que podem influenciar a intensidade da relação. Para estudar essas relações foram coletados dados por meio de um questionário eletrônico junto a organizações do setor eletroeletrônico brasileiro. Foram obtidos dados de 112 organizações deste setor e por meio de técnicas estatísticas, principalmente a Análise de Correlação, mas também a Análise Fatorial, Análise de Cluster, Análise da Variância, Teste t, teste de Fisher r to z, dentre outras, foram avaliadas 11 hipóteses constituídas a partir do referencial teórico. Os resultados dos testes estatísticos corroboram totalmente 3 destas hipóteses e refutam as demais. Os principais resultados indicam a relação positiva e significante entre a colaboração para a inovação e o desempenho sustentável, tanto no contexto geral como com cada uma das três dimensões, individualmente. Quanto as variáveis de controle, não foi possível identificar interferência delas na relação entre a colaboração para a inovação e o desempenho sustentável, mas identificar apenas indícios com relação a alguns aspectos relacionados ao porte e a idade.
dc.description.abstractAbstract: The economic activities, more strongly the business, are being pressured to direct their actions towards sustainable performance, more specifically on its social and environmental sense. One alternative to deal with these pressures are innovations in products and processes (production and organizational). Innovation is a key element of organizational competitiveness in this century, however, there are few organizations that have, individually, skills and resources to cope the complexity of the innovation process. Therefore, organizations seek to collaborate with other organizations (suppliers, customers, competitors, universities, research institutes, etc.) to get the skills and resources needed for innovations in order to improve its economic performance, but also its social and environmental performance. Several studies highlight the importance of innovation and collaboration for sustainability, but no brings evidence on the relationship that exists between them. Therefore, this study aims to identify and analyze how interorganizational collaboration for innovation relates to sustainable performance. For this purpose the innovation was approached from its intensity and scope. Collaboration for innovation was approached from source collaboration (with whom to collaborate) and the reasons for collaboration. The sustainable performance was approached from the perspective of three dimensions (economic, social and environmental). These constructs were integrated into a model in which some variables were considered intervener (age, size, internationalization, capital structure) that may influence the intensity of the relationship. To study these relationships, data were collected through an electronic questionnaire with organizations of the electronics sector in Brazil. We obtained data from 112 organizations in this sector and through statistical techniques, mainly Correlation Analysis, but also the Factor Analysis, Cluster Analysis, Analysis of Variance, ttest, Fisher's r to z test among others, were evaluated 11 hypothesis recorded from the theoretical benchmark. The results of statistical tests corroborate fully 3 hypotheses end refute others. The main results indicate a positive-moderate relationship and significant between collaboration for innovation and sustainable performance, both in broad context and each of the three dimensions individually. Regarding the control variables, we could not identify interference in the relationship between collaboration for innovation and the sustainable performance, but only identify evidence regarding some aspects related to size and age.
dc.format.extent257f. : il. [algumas color.], grafs., tabs.
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.languagePortuguês
dc.relationDisponível em formato digital
dc.subjectAdministração de empresas - Aspectos ambientais
dc.subjectIndustria eletronica
dc.subjectResponsabilidade social da empresa
dc.subjectInovações tecnologicas - Administração
dc.subjectTeses
dc.subjectAdministração
dc.titleInterdependência entre a colaboração para inovação e o desempenho sustentável na indústria brasileira de eletroeletrônicos
dc.typeTese


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record