Show simple item record

dc.contributor.advisorDanski, Mitzy Tannia Reichembachpt_BR
dc.contributor.authorPedrolo, Edivanept_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Enfermagempt_BR
dc.contributor.otherVayego, Stela Adami, 1972-pt_BR
dc.date.accessioned2013-03-07T11:40:20Z
dc.date.available2013-03-07T11:40:20Z
dc.date.issued2013-03-07
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/29290
dc.description.abstractResumo: O cateter venoso central e um dispositivo amplamente utilizado por pacientes em situacoes criticas de saude. Entretanto, o emprego acarreta a realizacao de cuidados especiais para manutencao, a fim de prevenir complicacoes relacionadas a este dispositivo. Entre as complicacoes, destaca-se a infeccao primaria da corrente sanguinea devido aos indices de morbidade e mortalidade a ela associadas. Realizou-se um ensaio clinico randomizado com o objetivo de avaliar a efetividade do curativo antimicrobiano de clorexidina na prevencao de infeccao primaria da corrente sanguinea relacionada ao cateter venoso central. Foram incluidos 85 pacientes internados no centro de terapia intensiva ou semi-intensiva adulto de um hospital universitario da cidade de Curitiba-PR, sendo 43 no grupo estudo (Curativo Antimicrobiano de Clorexidina - CHG) e 42 no grupo controle (curativo de gaze e fita). Nao houve diferenca estatistica significativa entre os curativos com relacao a ocorrencia de infeccao primaria da corrente sanguinea - IPCS (p-valor = 0,5170). No grupo gaze e fita houve quatro IPCS clinicas e uma com confirmacao laboratorial, na qual foi isolado o microorganismo Candida krusei. No grupo CHG todos os casos de IPCS foram clinicos. Nao houve diferenca significativa entre os grupos com relacao ao desenvolvimento de reacao local ao curativo (p-valor = 0,3774). O uso do curativo por mais de tres dias aumentou em 2,79 vezes o risco de desenvolver reacao local (RR = 2,79, p-valor = 0,0001); a chance de desenvolver reacao local e 1,87 vezes maior no local do curativo cuja troca foi superior a duas vezes (RR = 1,87, p-valor = 0,0327); tempo de permanencia do cateter superior a cinco dias aumentou em 2,15 vezes o risco de desenvolver reacao local ao curativo (RR = 2,15, p-valor = 0,0042). Nao houve diferenca significativa entre os grupos com relacao a fixacao do curativo (p-valor = 0,2739). Houve diferenca estatistica significativa entre o desfecho ma fixacao e as variaveis: tempo de permanencia dos curativos (p-valor < 0,0001); numero de trocas do curativo (p-valor = 0,0041); local anatomico de insercao, com aumento em 5,73 vezes o risco de ma fixacao quando o cateter for inserido em veia jugular (RR = 5,73, p-valor = 0,0036); sexo masculino, com 3,47 vezes mais risco de ocorrer ma fixacao (RR = 3,47, p-valor = 0,0648); e tempo de permanencia do cateter superior a cinco dias, o qual aumentou em 5,73 vezes o risco ma fixacao do curativo (RR = 5,73, p-valor = 0,0036). Ambas as tecnologias pesquisadas sao efetivas para cobertura de cateter venoso central, no que diz respeito as variaveis de desfecho infeccao primaria da corrente sanguinea, reacao local aos curativos e fixacao dos curativos, e podem ser empregadas com esta finalidade.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectClorexidinapt_BR
dc.subjectCateterismo venoso centralpt_BR
dc.subjectEnfermagempt_BR
dc.titleCurativo de clorexidina para cateter venoso centralpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record