Show simple item record

dc.contributor.advisorSoccol, Carlos Ricardo 1953-pt_BR
dc.contributor.authorMiyaoka, Mitiyo Fukudapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Tecnologia. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologiapt_BR
dc.contributor.otherSpier, Michele Rigonpt_BR
dc.date.accessioned2013-02-28T15:57:04Z
dc.date.available2013-02-28T15:57:04Z
dc.date.issued2013-02-28
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/29080
dc.description.abstractResumo: O objetivo principal deste trabalho foi testar diferentes linhagens fúngicas do gênero Rhizopus sp. em diferentes substratos, dentre eles a soja. 17 linhagens do gênero Rhizopus sp. foram selecionadas para estudos por fermentação no estado sólido. Durante o processo de fermentação no estado sólido utilizando as linhagens foram realizadas análises de quantificação de atividade antioxidante pelo método de DPPH, degradação de fator antinutricional pela determinação de atividade de fitases e atividade proteolítica. Dentre as 17 linhagens, duas linhagens Rhizopus LPB-R.5 e LPB-R.6 apresentaram grande potencial para a produção de substâncias antioxidantes durante a fermentação. Os processos de fermentação FES e FSm utilizando diferentes substratos foram estudados. Estudos cinéticos do processo de FES foram realizados com misturas de substratos: mistura de grãos de soja e arroz integral, mistura de soja e milho, as quais foram comparadas com os resultados das fermentações realizadas somente com a soja como substrato. A quantificação de compostos antioxidantes bem como a identificação da natureza destas substâncias produzidas durante a fermentação também foram realizadas. O maior incremento de compostos fenólicos foi observado após 60 horas de FES utilizando a linhagem Rhizopus LPB-R.05. As substâncias antioxidantes produzidas durante a fermentação no estado sólido foram identificadas: ácido gálico, ácido ferrúlico, rutina, miricetina, ácido trans-cinâmico, quercetina e caempferol. A substância antioxidante produzida em maior concentração foi o ácido trans-cinâmico (124,7 mg/L) em fermentação de soja e (103,3 mg/L) em FES utilizando mistura de soja e arroz por Rhizopus LPB-R.05. Além destas substâncias foram identificadas e quantificadas as isoflavonas genisteína e daidzeína.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectFermentaçãopt_BR
dc.subjectFungospt_BR
dc.subjectSojapt_BR
dc.subjectAntioxidantespt_BR
dc.titleAvaliação do potencial dos fungos do gênero Rhizopus spp na produção de substâncias bioativas com ação antioxidante utilizando diferentes substratospt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record