Show simple item record

dc.contributor.advisorBatista, Antonio Carlos, 1956-pt_BR
dc.contributor.authorLorenzetto, Danielpt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Agrárias. Programa de Pós-Graduaçao em Engenharia Florestalpt_BR
dc.contributor.otherSoares, Ronaldo Viana, 1943-pt_BR
dc.date.accessioned2013-06-28T15:37:57Z
dc.date.available2013-06-28T15:37:57Z
dc.date.issued2013-06-28
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/29070
dc.description.abstractResumo: Este trabalho tem relevante importância, sobretudo, no auxilio em tomada de decisões para o aperfeiçoamento do sistema de combate aos incêndios florestais no estado do Paraná, no que tange a redução das áreas queimadas pelo fogo, uma vez que informações sobre sua eficiência são de fundamental relevância para a gestão dos meios empregados na ação do combate. O objetivo geral consistiu em avaliar a eficiência do sistema de combate aos incêndios florestais do estado do Paraná e, para tanto, foram utilizados os dados de ocorrências fornecidos pelo Sistema de Registro de Ocorrências e Estatística do Corpo de Bombeiros (SYSBM) no período de 2007 a 2010. Os objetivos específicos foram: a) determinar a eficiência do preenchimento dos registros de ocorrências de incêndios florestais que alimentam a base de dados do SYSBM; b) determinar a eficiência de combate pelas variáveis "área queimada" e "tempo de combate"; c) determinar a eficiência dos combatentes de cada unidade operacional do CBPMPR pelas variáveis: número de combatentes por hectare queimado e por incêndio e número de horas trabalhadas de um homem por hectare queimado em cada incêndio. Para isso, foram analisadas 40.479 ocorrências de incêndios florestais atendidos pelo CBPMPR no período de 2007 a 2010, e obtidos os seguintes resultados: a) 27.600 registros de ocorrências foram aproveitados; b) a região norte do Paraná registrou o maior número de ocorrências e maior área queimada com destaque para o Quinto Grupamento de Bombeiros (5° GB)/Maringá (8.616 e 28.711,96 ha, respectivamente); c) o litoral do estado registrou o menor número de ocorrências e menor área queimada com destaque para o 8° GB/Paranaguá (543 e 29,12 respectivamente); d) o Corpo de Bombeiros da Polícia militar do Paraná (CBPMPR) apresentou uma média de área queimada/incêndio de 2,96 ha, sendo que 57,21% dos incêndios foram combatidos antes de atingirem uma área queimada de 0,9 ha; e) o CBPMPR apresentou uma média de tempo de combate por incêndio de 121,60 min., sendo que 75,94% dos incêndios foram combatidos com um tempo inferior a 80 min.; f) com relação a eficiência dos combatentes, o CBPMPR apresentou as seguintes médias: 2,59 combatentes/incêndio, 4,5 combatentes/ha e 576,11 homens x horas por ha queimado. Por meio deste estudo, chegou-se às seguintes conclusões: a) do total de ocorrências atendidas pelo CBPMPR, no período, apenas 68% foram aproveitadas, assinalando a necessidade de uma melhor capacitação dos bombeiros-militares, quanto ao correto preenchimento dos registros de ocorrências de incêndios florestais, o que possibilita melhores análises dos dados obtidos; b) todas as 15 Unidades Operacionais do CBPMPR tiveram mais de 90% de seus incêndios com área queimada abaixo de 4 hectares; c) 92,96% dos incêndios florestais atendidos pelo CBPMPR no período foram combatidos com um tempo inferior a 160 minutos; d) todas as unidades apresentaram índices parecidos de eficiência dos seus combatentes, mostrando que todos os bombeiros-militares recebem o mesmo treinamento nas escolas de formação, aperfeiçoamento e especialização, possuindo técnicas e táticas padronizadas, além de utilizarem os mesmos materiais e equipamentos de combate.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleAvaliação da eficiência do combate aos incêndios florestais realizados pelo Corpo de Bombeiros do Paranápt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record