Show simple item record

dc.contributor.advisorMalinovski, Jorge Robertopt_BR
dc.contributor.authorMac Donagh, Patricio Miguelpt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Agrárias. Programa de Pós-Graduaçao em Engenharia Florestalpt_BR
dc.date.accessioned2013-06-28T18:02:14Z
dc.date.available2013-06-28T18:02:14Z
dc.date.issued2013-06-28
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/29017
dc.description.abstractO presente trabalho teve por objetivo a avaliação técnico econômica da extração de Pinus spp., empregando tratores com garra. Para isto foi realizado um estudo comparativo entre um trator florestal articulado e um trator agrícola modificado. Os estudos foram realizados nas plantações de uma empresa verticalizada no Sul do Brasil. Através do estudo do trabalho florestal em duas declividades características e em duas espécies, foram obtidos os rendimentos, os custos hora e os custos por metro cúbico. Também foi realizado uma avaliação da compactação ocasionada pelo tráfego dos meios de produção. Esta avaliação é completada através da relação custo beneficio para cada uma das máquinas. No trabalho de campo não foi encontrado um planejamento adequado em relação as situações a serem estudadas. O tempo por ciclo não teve diferenças estatisticas entre as máquinas estudadas, o fator espécie afetou siginificativamente as duas, mas a declividade só afetou o trator agrícola modificado. Em fimção destes tempos foram desenvolvidas equações de regressão para cada uma das decividades, sendo só aceitáveis os r2 correspondentes as zonas mais favoráveis. O rendimento do "skidder" foi 54 % superior, em média, que o do "mini-skidder". O custo hora do "skidder" foi 57 % superior que o do "mini-skidder". Em relação as dedividades, o trator agrícola foi mais econômico na zona mais plana, e vice-versa o trator florestal foi mais econômico na zona mais desfavorável. Dadas as condições de trabalho não foi possivel determinar a distância ótima de arraste, sendo que deve ser superior aos 100 metros em ambas máquinas. No que diz respeito ao estudo da compactação, pelas condições de trabalho só foi estudada até os primeiros 10 cm de profundidade, mas as duas máquinas possuem diferenças significativas entre elas se comparadas com os dados do povoamento não cortado. Na relação custo beneficio, a pontuação obtida pelo "skidder" foi 18,7 % melhor que a do "mini-skidder".pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectMadeira - Extração - Aspectos economicos - Brasil, Sulpt_BR
dc.subjectMadeira - Transporte - Aspectos economicos - Brasil, Sulpt_BR
dc.subjectMecanização florestal - Aspectos economicos - Brasil, Sulpt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleAvaliação tecnico-economica da extração de Pinus spp utilizando tratores comgarra no Sul do Brasilpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record