Show simple item record

dc.contributor.advisorArnt, Ivo Carlospt_BR
dc.contributor.authorBazzo, Jorgete Maria Busopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias da Saúde. Programa de Pós-Graduaçao em Clínica Cirúrgicapt_BR
dc.date.accessioned2012-12-10T17:12:34Z
dc.date.available2012-12-10T17:12:34Z
dc.date.issued2012-12-10
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/28859
dc.description.abstractResumo: O objetivo deste trabalho é avaliar as alterações morfovolumétricas renais em 112 gestantes, sem intercorrências clinicas, do ambulatório de pré-natal do Hospital de Clinicas da Universidade Federal do Paraná, com idade gestacionais entre 15 e 40 semanais. Avaliamos para grupo controle, 60 mulheres não grávidas, no menacme e sem intercorrências clinicas. Foram medidos os diâmetros longitudinal, ântero-posterior e transversal dos rins, através do exame ultra-sonográfico com posterior cálculo dó volume pela fórmula da elipsóide. Nos casos em que foram detectadas dilatações dos sistemas coletores renais, procedeu-se as medidas segundo a técnica utilizada para as medidas renais, e o volume da estase urinária, também foi calculada pele fórmula da elipsóide. Comparamos os valores obtidos da análise renal das gestantes da primeira e segunda metade da gestação e observamos aumento significativo do volume médio renal direito (p>0,005) na segunda metade da gestação. Os resultados das análises renais das mulheres grávidas comparados ao grupo controle das mulheres não grávidas mostraram aumento significativo do volume médio renal direito (p>0,005) e do esquerdo (p>0,05), nas mulheres grávidas. Observamos que 38,4% das gestantes apresentavam algum grau de dilatação do sistema coletor renal. Nas mulheres não grávidas, não foram observados sinais de dilatação do sistema coletor renal. Das gestantes com dilatação do sistema coletor renal 46,5% estavam na segunda metade da gestação e 14,8% na primeira metade. O volume médio de estase urinária direita foi de 18,4 cm3 e de 5 cm3 a esquerda. Com estas análises pudemos observar as modificações fisiológicas morfovolumétricas nos rins das mulheres grávidas, contribuindo com valores referenciais para interpretação dos exames ultra-sonográficos do trato urinário.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectRins - Mulheres - Gravidezpt_BR
dc.subjectUltrasonografia - Rinspt_BR
dc.subjectRins - Fisiologiapt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleAvaliação ultra-sonográfica das alterações morfovolumétricas do trato urinário alto em gestantes normaispt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record