Show simple item record

dc.contributor.authorOliveira, Thiago Augusto Divardim dept_BR
dc.contributor.otherSchmidt, Maria Auxiliadora M. S. (Maria Auxiliadora Moreira dos Santos), 1948-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educaçãopt_BR
dc.date.accessioned2020-09-30T17:26:27Z
dc.date.available2020-09-30T17:26:27Z
dc.date.issued2012pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/28277
dc.descriptionOrientadora: Profª Drª Maria Auxiliadora Moreira dos Santos Schmidtpt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 29/03/2012pt_BR
dc.descriptionBibliografia: fls. 204-209pt_BR
dc.description.abstractResumo: A investigação teve como objetivo compreender as relações de ensino e aprendizagem histórica na concepção de um grupo de professores do município de Araucária-PR, de acordo com o referencial da educação histórica, e no sentido da práxis entendida na perspectiva de Kosik (1976), com base no histórico de formação e de atuação do grupo. A escolha do campo empírico ocorreu de acordo com o histórico apresentado por Theobald (2007) relacionado a militância sindical e ao exercício da intelectualidade a partir da apropriação dos meios de produção intelectuais relacionados a ciência da História. Para atingir os objetivos propostos, considerando a natureza qualitativa da pesquisa, pautou-se na entrevista semi-estruturada e na análise de conteúdo referenciada em Franco (2003). Nessa investigação foram participantes 7 (sete) professores de História que exerciam suas atividades no Ensino Fundamental e Médio no município de Araucária-PR. Em termos teóricos realizou-se um diálogo inicial entre a perspectiva da formação de professores relacionada aos saberes e práticas a partir de Monteiro (2002), confrontando a experiência do Grupo Araucária na relação com o referencial da Educação Histórica e as compreensões dos professores a respeito da aprendizagem histórica. O referencial da pesquisa está centrado na teoria e filosofia da História, a partir de Rüsen (1992; 2001; 2006; 2007; 2009 e 2010), no campo de investigação da educação histórica com base em Schmidt (2009; 2010 e 2011), Barca (2006) Lee (2006). A forma como os professores explicaram suas atuações foi compreendida no sentido da práxis com referencia em Kosik (1976) e a amplitude intelectual da ação dos professores foi explicada com aproximações ao materialismo histórico dialético a partir das contribuições de Gonzáles (1984). Os resultados apontam que as consciências históricas dos professores entrevistados estão perspectivadas pelo referencial da educação histórica. O que foi inferido a partir da concepção de aprendizagem histórica apresentada pelos professores, explicada a partir do conceito narrativa histórica em acordo com o lugar que o conceito possui na teoria da História, ou seja, a expressão do próprio pensamento histórico. Os professores demonstraram preocupações com a dimensão ética da consciência histórica dos alunos, e o sentido apontado através da práxis está na intervenção pautada na humanização. O conceito humanização foi identificado nas respostas dos professores e sistematizado a partir de um diálogo entre a epistemologia da História de Jörn Rüsen e a teoria educacional de Paulo Freire, cruzando os dois campos teóricos pertencentes a educação histórica: o campo da teoria da história e o campo da educação. Tais resultados permitem apontar que o ensino de História pode auxiliar no desenvolvimento de consciências históricas mais complexas e humanizadas.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: This investigation had as principal aim to understand the relations of teaching and learning in the group of teachers' conception in the Araucaria city, state of Paraná, accord to the historical education framework, and so as a praxis in Kosik (1976) point of view, based on historical of formation and actuation in this particularly group. This choice, of empirical field, was made based on the history presented by Theobald (2007) related to union militancy and the exercise of the intelligentsia from the ownership of means of intellectual production related with a history of science of History.To achieve the proposed aims, considering the nature of qualitative research, was based on semi-structured interviews and content analysis referenced in Franco (2003). In this research participants were seven (7) History teachers who exercised their activities of work in elementary and high school in Araucaria, PR. Theoretically held an initial dialogue between the perspectives of formation of teacher related to knowledge and practice from Monteiro (2002) comparing the experience of Araucaria Group in relation to the reference of historical education and teachers' understandings about learning history.The framework of the research are focused on theory and philosophy of history, from Rüsen (1992, 2001, 2006, 2007, 2009 and 2010), in the field of history education researcher based on Schmidt (2009, 2010 and 2011), Barca (2006) Lee (2006). The way how teachers explain their actions was understood in the sense of praxis with reference in Kosik (1976) and intellectual growth of teachers action was explained by approaches to historical and dialectical materialism from the contributions of Gonzales (1984) The results indicate that the historical consciousness of the teachers interviewed are envisaged by the reference of historical education. What was inferred from the historical learning concept presented by teachers, explained through the concept of historical narrative according to the place that has the concept in the theory of history, so than, the expression of their own historical thinking. The teacher showed concern with the ethical dimension of historical consciousness of the students, and the direction pointed through the praxis are in the intervention is based in humanization. The concept of humanization was identified in the responses from teachers and a systematic dialogue between the epistemology of history by Jörn Rüsen and a educational theory of Paulo Freire, crossing two theoretical fields belonging to historical education: the field of theory of history and the field of education. These results may point out that the teaching of history can help the development of historical consciousness more complex and humane.pt_BR
dc.format.extent212 f. : il. [algumas color.], grafs., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectDissertações - Educaçãopt_BR
dc.subjectProfessores de historia - Formaçãopt_BR
dc.subjectHistoria - Estudo e ensinopt_BR
dc.subjectPraxis (Filosofia)pt_BR
dc.subjectHistória (Ensino fundamental)pt_BR
dc.subjectHistória (Ensino médio)pt_BR
dc.subjectEducaçãopt_BR
dc.titleA relação ensino e aprendizagem como práxis : a educação histórica e a formação de professorespt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record