Show simple item record

dc.contributor.advisorBrandenburg, Alfio, 1949-pt_BR
dc.contributor.authorCarniel, Fagnerpt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Humanas, Letras e Artes. Programa de Pós-Graduaçao em Sociologiapt_BR
dc.date.accessioned2012-09-13T16:30:57Z
dc.date.available2012-09-13T16:30:57Z
dc.date.issued2012-09-13
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/28028
dc.description.abstractResumo: Entendendo que o discurso hegemônico do telejornalismo rural, especificamente na figura do Globo Rural, atua na promoção da modernização agrícola, procuro refletir neste trabalho sobre o papel da televisão nos processos de (re)construção do meio rural em Dois Vizinhos (PR). A hipótese é de que a "presença" da televisão neste contexto acirra a revisão e ressignificação das atividades e condições de vida no contato com experiências e estilos de vida rurais altamente inseridos no mercado e no consumo, veiculados pelo telejornalismo rural. São dinâmicas sociais que configuram a própria agricultura familiar a partir de processos identitários híbridos, forjados no encontro da vida local com a sociedade envolvente. Ativada para designar uma identidade aberta às tensões estabelecidas entre o que se vê na televisão e o que se vive nas comunidades, a agricultura familiar marca a própria diversidade do rural na região, tanto na (re)produção como na representação da vida familiar, abrigando uma polissemia de perspectivas e estratégias identitárias que disputam espaço e ligitimidade nos contextos locais de Dois Vizinhos.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectAgricultura familiarpt_BR
dc.subjectTelejornalismopt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectVida ruralpt_BR
dc.subjectSociologia ruralpt_BR
dc.subjectIdentidade socialpt_BR
dc.titleO telejornal que "Fala pra gente, mas não fala da gente"pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record