Show simple item record

dc.contributor.authorMoreira, Larissa Cristina Dal Piva
dc.contributor.otherGonçalves, Sandro Aparecido
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Programa de Pós-Graduação em Administração
dc.date.accessioned2015-11-16T20:48:45Z
dc.date.available2015-11-16T20:48:45Z
dc.date.issued2012
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/28000
dc.descriptionOrientador : Prof. Dr. Sandro Aparecido Gonçalves
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Administração. Defesa: Curitiba, 29/03/2012
dc.descriptionBibliografia: fls. 79-83
dc.descriptionÁrea de concentração: Estratégia e organizações
dc.description.abstractResumo: No atual contexto de sociedade globalizada, as universidades desenvolvem diferentes tipos de atividades de cooperação que se traduzem em convênios interinstitucionais e formação de redes organizacionais. Essas redes são iniciadas por meio das relações interpessoais estabelecidas entre os membros das comunidades acadêmicas e científicas para então serem institucionalizadas. Dessa forma, o presente trabalho traz à tona as teorias administrativas de capital social para analisar como este influencia na configuração de uma organização internacional em rede, especificamente de universidades. O objeto escolhido para estudo de caso com abordagem qualitativa foi a Associação de Universidades Grupo Montevidéu (AUGM). Esta organização tem sua particularidade porque, além de ter sido fundada em 1991 como uma organização em rede de caráter internacional, é a única organização ativa hoje composta por universidades públicas presente na região do Cone Sul da América do Sul. A importância desse estudo também se justifica pelo fato de observar o desempenho organizacional sob a perspectiva sociológica do capital social, não sendo somente uma análise econômica da organização. Partindo-se assim do pressuposto que a motivação para criação ou participação em uma organização em rede nem sempre é dado por razões econômicas, mas por laços de afetividade e confiança entre membros, este trabalho assume uma concepção epistemológica interpretativista e apresenta uma abordagem qualitativa com método de estudo de caso e técnicas de entrevistas focadas e análise de redes sociais. Após análise dos dados primários e secundários, bem como mapeamento da rede organizacional com o auxílio do software UCINET, percebeu-se que, em razão de um conjunto de ativos intangíveis desenvolvido com base nas relações interpessoais mantidas nas organizações da rede, a AUGM foi institucionalizada tanto nas universidades membros como no ambiente internacional, possuindo assim um capital social coletivo. Analisou-se que por meio das relações de confiança dos membros foi possível estabelecer normas e expectativas para o desenvolvimento das atividades da rede, levando em conta uma mesma linguagem de significados acadêmicos e uma riqueza de informação estabelecida por canais apropriados. Conclui-se assim que, além da dimensão estrutural do capital social suportada pelo formato de rede organizacional, as dimensões relacional, cognitiva e informacional influenciaram na configuração da AUGM tanto durante a fase de sua formação quanto ao longo de sua evolução até o ano 2011.
dc.description.abstractAbstract: In the current context of global society, universities develop different types of cooperative activities that are translated into institutional agreements and organizational networks. These networks are initiated through the interpersonal relationships established between members of the academic and scientific communities and then are institutionalized. Thus, this study brings out the administrative theories of social capital to analyze how it influences the configuration of an international network, specifically at the university internationalization context. The object chosen for case study with qualitative approach was the Association of Universities Grupo Montevideo (AUGM). This organization has its own special because, besides having been founded in 1991 as a network organization with an international character, is now the only active organization composed of public universities in the region of the Southern Cone of South America. The importance of this study is also justified by the fact of observing organizational performance from a sociological perspective of social capital and it is merely an economic analysis of the organization. From the assumption that the motivation for creation or participation in a network organization is not always given for economic reasons, but by ties of affection and trust between members, this paper assumes an epistemological interpretive approach and presents a qualitative method with case study technique with focused interviews and analysis of social networks. After analysis of primary and secondary data, as well as organizational network mapping with the aid of the software UCINET, we noticed that, due to a set of intangible assets developed based on interpersonal relationships in organizations maintained in the network, AUGM was institutionalized both in universities members and in the international environment, thus having a collective social capital. We analyzed that through the trusts of the members was possible to establish standards and expectations for the development of the network activities, taking into account the same meanings academic language and a wealth of information through appropriate channels established. It follows that, besides the structural dimension of social capital network supported by its network format, the relational, cognitive and informational dimensions influence in the configuration of AUGM both during the phase of its formation in 1991 and throughout its evolution until the year 2011.
dc.format.extent83f. : il., grafs., tabs.
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.languagePortuguês
dc.relationDisponível em formato digital
dc.subjectTeses
dc.subjectCapital social (Sociologia)
dc.subjectRedes de relações sociais
dc.subjectUniversidades e faculdades - Montevideu (Uruguai) - Estudo de casos
dc.subjectAdministração
dc.subject.ddc302
dc.titleCapital social na configuração da organização em rede internacional de universidades : estudo de caso da Associação Universidades Grupo Montevidéu (AUGM) no período de 1991 a 2011
dc.typeDissertação


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record