Show simple item record

dc.contributor.advisorBiasi, Luiz Antoniopt_BR
dc.contributor.authorFonte, Nilce Nazareno dapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Agrárias. Programa de Pós-Graduaçao em Agronomiapt_BR
dc.contributor.otherCavallet, Valdo Jose, 1954-pt_BR
dc.date.accessioned2012-08-24T19:54:52Z
dc.date.available2012-08-24T19:54:52Z
dc.date.issued2012-08-24
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/27603
dc.description.abstractO rápido avanço vivido em nossa história recente, com uma enormidade de descobertas e informações sendo trazidas à luz do conhecimento, em paralelo com uma notada excessiva especialização, tem levado o setor científico e tecnológico a uma preocupante alienação. Esse tem sido um dos argumentos apontados por diversos autores, como Edgar Morin, considerado pioneiro e introdutor do "pensamento complexo". Este autor critica a maneira como tem sido encaminhado o próprio conhecimento e sugere a adoção de um modo diferenciado de perceber e atuar no mundo, de forma integrada e abrangente. Afirma que no mundo tudo é complexo e inter-relacionado, sendo incoerente buscar somente soluções simplificadas ou fragmentadas para resolver os problemas. Assim, da mesma forma que em todas as áreas, o universo das plantas medicinais apresenta-se extremamente complexo. A exploração deste setor tem sofrido diversas flutuações apesar de sua tradição milenar e indiscutível importância social e econômica, tanto do ponto de vista de rentabilidade (industrial principalmente) quanto de baixo custo. Muitas têm sido as tentativas de solucionar os problemas surgidos, mas nada tem se apresentado decisivamente resolutivo. A presente tese visa, com base na abordagem proposta pelo pensamento complexo, conhecer e discutir de forma ampla, integrada e abrangente o universo das plantas medicinais, com vistas à detecção dos pontos de fragilidade que têm levado a situações de desequilíbrio e descontinuidade no setor. O foco do problema é justamente o paradoxo entre a importância do setor e a fragilidade do mesmo. Além da busca de um entendimento geral são analisadas duas realidades durante o período 2001-2003: Brasil / Paraná e Espanha. O desenvolvimento do trabalho se deu em três etapas. A primeira, denominada fase exploratória, consistiu na busca de informações preliminares por meio de entrevistas abertas e pesquisa bibliográfica. A segunda, denominada trabalho de campo, consistiu na entrada na realidade por meio de técnicas de observação participante, entrevistas abertas e semi-estruturadas, análise documental e pesquisa bibliográfica. A terceira etapa, denominada análise formal e sistematização, consistiu de trabalho intelectual por meio de ordenação e classificação de dados e informações, articulação, identificação de evidências e respostas. Foram analisados diferentes níveis de complexidade (intrínseca, da cadeia produtiva, histórica), os segmentos de trabalho (produtivo, industrial, utilização, docência, pesquisa, regulamentação e fiscalização) e elementos concretos (econômicos, legais, políticos). Além das diversas informações pontuais, são apresentadas as seguintes considerações finais: o setor de plantas medicinais como um todo apresenta dois grandes elementos positivos - boa vontade e competência técnica por parte da grande maioria dos profissionais e o enorme potencial edafo-climático nas duas realidades estudadas. Entretanto apresenta como grande fator negativo a descontextualização geral e visão limitada destes mesmos profissionais, levando ao trabalho individualizado e não em parceria. Daí resulta três elementos decisivos para a fragilização apontada: desconhecimento de informações importantes, dificuldade na resolução de problemas comuns e dificuldade em perceber interesses escusos. Sugere-se como soluções, além de trabalhar cada ponto individualmente, que se invista em três grandes valores: capital humano, capital social e identidade, sob a perspectiva do pensamento complexopt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectPlantas medicinais - Complexidade(Filosofia)pt_BR
dc.subjectPlantas medicinais - Legislaçãopt_BR
dc.subjectPlantas medicinais - Percepçao socialpt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleA complexidade das plantas medicinaispt_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record