Show simple item record

dc.contributor.advisorCaires, Eduardo Fáveropt_BR
dc.contributor.authorTissi, Josinei Antoniopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Agrárias. Programa de Pós-Graduaçao em Ciencia do Solopt_BR
dc.date.accessioned2012-08-21T19:15:56Z
dc.date.available2012-08-21T19:15:56Z
dc.date.issued2012-08-21
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/27547
dc.description.abstractResumo: Considerando a interdependência existente entre o crescimento da parte aérea e das raízes para a produção das culturas, há necessidade de se aprofundar e ampliar os conhecimentos a respeito dos efeitos da calagem superficial no sistema plantio direto. O objetivo desse trabalho foi avaliar o crescimento radicular, a nutrição mineral e a produção de grãos de milho (Zea mays L.), em função da aplicação de doses de calcário na superfície em sistema plantio direto. O experimento foi realizado em um Latossolo Vermelho distrófico textura muito argilosa, manejado há seis anos no sistema plantio direto, em Tibagi (PR). Os tratamentos, aplicados em parcelas de 44,8 m2, foram dispostos em blocos completos ao acaso com quatro repetições e constaram da aplicação de quatro doses de calcário dolomítico na superfície: 0, 1, 2 e 3 t ha'1 (PRNT = 100%), calculadas de acordo com o método da elevação de saturação por bases do solo a 70% (0, l/3v70%, 2/3v7o% e v70o/o). O calcário foi aplicado em maio de 1998, a lanço, na superfície do solo. Após 22 meses da aplicação de calcário na superfície, o pH, os teores de Ca e Mg e a saturação por bases aumentaram, enquanto que os teores de H+Al e de Al trocável no solo foram reduzidos na camada de 0-10 cm. Não foi observado efeito de calagem nos atributos químicos do solo na camada de 10-20 cm, mas houve redução do Al trocável e aumento do Ca trocável, na camada de solo de 20-40 cm, com a aplicação de doses de calcário. A aplicação superficial de calcário não alterou os teores de micronutrientes catiônicos em nenhuma das profundidades avaliadas. A calagem superficial proporcionou diminuição no raio médio das raízes, tanto na linha de semeadura (0-10 cm, 10-20 cm e 20-40 cm), como nas entrelinhas (0-10 cm). Quanto à densidade de raízes, somente na profundidade de 10-20cm e nas entrelinhas, houve efeito positivo da calagem. Considerando o crescimento radicular do milho até a profundidade de 40 cm, independentemente da calagem, cerca de 60% das raízes medidas pelo comprimento, foram encontradas na camada superficial do solo (0-10 cm), e 40% nas camadas mais profundas (10-40 cm). A maior concentração de raízes ocorreu na linha de semeadura em comparação com as entrelinhas, sendo, respectivamente, na ordem de 67% e 33% na camada de 0-10 cm, e de 60% e 40% para a camada de 10-40 cm. A aplicação de doses de calcário na superfície aumentou os teores de Mg e S das folhas e a extração de P, Ca, Mg e S pela parte aérea do milho. Os teores foliares e a absorção de micro nutrientes catiônicos (Cu, Fe, Mn, Zn) não foram influenciados pelas doses de calcário aplicados. A produção de matéria seca e de grãos de milho não foram alteradas pela calagem em solo ácido, com alto teor de matéria orgânica e teores adequados de Ca, Mg, K e P.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectPlantio diretopt_BR
dc.subjectMilho - Nutriçãopt_BR
dc.subjectCalagem dos solospt_BR
dc.subjectPlantas - Efeito do calcáriopt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleCrescimento radicular e nutrição de milho(Zea mays L.)cultivado em sistema plantio direto em função da aplicação superficial de calcário em latossolo argilosopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record