Show simple item record

dc.contributor.advisorPassos, Fernando de Camargopt_BR
dc.contributor.authorSilva, Luciana Zago dapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Programa de Pós-Graduação em Zoologiapt_BR
dc.date.accessioned2019-02-04T16:16:27Z
dc.date.available2019-02-04T16:16:27Z
dc.date.issued2012pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/27296
dc.descriptionOrientador : Prof. Dr. Fernando C. Passospt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Zoologia. Defesa: Curitiba, 16/02/2012pt_BR
dc.descriptionBibliografia: fls. 75-80pt_BR
dc.descriptionArea de concentração: Zoologiapt_BR
dc.description.abstractResumo: o movimento dos organismos é uma característica fundamental da vida dirigida por processos que agem por escalas espaciais e temporais. A fragmentação de habitats e a introdução de espécies exóticas vêm destacando cada vez mais a relação entre alterações ambientais e o movimento dos organismos. A compreensão de causas, padrões, mecanismos e conseqüências dos movimentos dos organismos são, portanto, fundamentais para o controle de espécies invasoras. Espécies do gênero Callithrix vêm sendo indevidamente introduzidas em diversas regiões. O objetivo deste trabalho foi determinar e relacionar com fatores ambientais, demográficos e comportamentais o uso do espaço de três grupos de Callithrix penicillata introduzidos, como uma forma de subsidiar futuros planos de manejo. O trabalho foi realizado no Parque Ecológico do Córrego Grande, um fragmento urbano de 21,5 ha de Floresta Ombrófila Densa em estágios iniciais e médios de regeneração, localizado na Ilha de Santa Catarina. Foram realizadas por 12 meses amostragens mensais de 2 dias por grupo em que foram registradas suas composições etárias e, pelo método de varredura instantânea, os comportamentos realizados, itens alimentares consumidos e localização por pontos de GPS (Sistema de Posicionamento Global). Com esses pontos foram calculados os percursos diários, as áreas de vida por esquadrinhamento (ESQ) e mínimo polígono convexo (MPC) e os índices de linearidade, de intensidade do uso do habitat e de diversidade do uso do espaço. A média dos percursos diários do grupo GN foi de 1158m + 415m; a de GG, 1164m + 261m; e a de GP, 1181m + 286m. A área de vida anual por ESQ de GN foi de 8,88ha, enquanto a de GG foi de 5,57ha e a de GP, 5,38ha. Houve uma sobreposição nas áreas entre GN e GG de 1,18ha, entre GG e GP, de 0,56ha e entre GN, GG e GP, de 0,06ha. Por MPC, a área de vida anual de GN foi 9,82ha, enquanto a de GG foi 5,15ha e a de GP, 5,69ha, havendo sobreposições entre as áreas de GN e GG de 1,08ha; entre GG e GP, de 0,54ha; e entre GN e GP, de 0,02ha. Foram detectadas diferenças significativas no uso do espaço entre os grupos estudados e as variáveis demográficas estiveram correlacionadas a tais diferenças. As diferenças sazonais também foram significativas, entretanto, não estiveram correlacionadas com variáveis ambientais. Variáveis comportamentais, alimentares e sociais correlacionaram-se significativamente com as variáveis espaciais. A demografia, a sazonalidade, os padrões de atividades, os hábitos alimentares e os comportamentos sociais foram, portanto, fatores determinantes no uso do espaço por C. penicillata no presente estudo. E o número de indivíduos por classe etária, os comportamentos alimentares, a disponibilidade e distribuição dos recursos alimentares e os hábitos territoriais são variáveis que afetam as decisões destes animais em como utilizar o tempo e o espaço no habitat em que foram introduzidos.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The movement of the organisms is a fundamental characteristic of life, driven by processes that act across spatial and temporal scales. Habitat fragmentation and introduction of exotic species further highlight links between organismal movement and environmental change. Therefore understanding of the causes, patterns, mechanisms, and consequences of organismal movement are central to controlling the invasive alien species. Species of genus Callithrix have been improperly introduced in several regions. The objective of this study was to evaluate the use of space of three introduced groups of Callithrix penicillata and correlate this variable with environmental, demographical and behavioral factors as a way to assist future management plans. This study was done at Parque Ecológico do Córrego Grande, a 21.5ha urban fragment of dense rain forest in early and middle stages of regeneration, located on Ilha de Santa Catarina. Monthly samplings of two days per group were conducted for 12 months in which group compositions were recorded. The behaviors performed, food items consumed and location of GPS (Global Position System) were recorded by the scan sampling method. With these points were calculated day range, home range by the grid method (ESQ) and the minimum convex polygon (MPC) method, and the indices of straightness, intensity of habitat use and diversity of spatial use. The average day range for GN was 1158m + 415m, for GG was 1164m + 261m, and for GP was 1181m + 286m. The annual home range by ESQ for GN was 8.88ha, while for GG was 5.57ha and for GP was 5.38ha. There was an overlap between the GN and GG areas of 1.18ha, between GG and GP areas of 0.56ha, and between GN, GG and GP areas of 0.06ha. The annual home range by MPC for GN was 9.82ha, while for GG was 5.15ha, and for GP was 5.69ha. There was an overlap between the GN and GG areas of 1.08ha, between GG and GP areas of 0.54ha, and between GP and GN areas of 0.02ha. There were significant differences between the spatial usage of the groups and the demographic variables were significantly correlated with such differences. The seasonal differences were also significant, however, were not correlated with the spatial variables. The spatial variables were significantly correlated with the behavioral, social and feeding variables. Therefore the demographics, the seasonality, the activity patterns, the feeding behaviors and the social behavior were determinant factors in the C. penicillata use of space in this study. And the group composition, the feeding habits, the availability and distribution of food resources, and territorial habits are the variables that affect decisions on how these animals use the time and space in the habitat in which they were introduced.pt_BR
dc.format.extent80f. : il. [algumas color.], grafs., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectPrimatas - Distribuição geograficapt_BR
dc.subjectCallithrix - Habitatpt_BR
dc.subjectEcologia animalpt_BR
dc.subjectZoologiapt_BR
dc.titleFatores determinantes no uso do espaço por Callithrix Penicillata (E. Geoffroy, 1812) introduzidos em fragmento urbanopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record