Show simple item record

dc.contributor.authorPaula, Eduardo Vedor dept_BR
dc.contributor.otherSantos, Leonardo José Cordeiropt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Terra. Programa de Pós-Graduação em Geografiapt_BR
dc.date.accessioned2017-08-24T17:28:05Z
dc.date.available2017-08-24T17:28:05Z
dc.date.issued2010pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/26887
dc.descriptionOrientador : Prof. Dr. Leonardo José Cordeiro Santospt_BR
dc.descriptionAcompanha CD com imagens dos mapas anexados no trabalhopt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciencias da Terra, Programa de Pós-Graduaçao em Geografia. Defesa: Curitiba, 03/05/2010pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: Diante do crescente processo de assoreamento da baía de Antonina, a qual está localizada na porção leste do estado do Paraná, pretendeu-se com o presente estudo efetuar a estimativa da produção de sedimentos nas bacias hidrográficas que drenam para a mesma, priorizando a delimitação e a hierarquização das áreas que disponibilizam esses sedimentos. A primeira etapa da pesquisa referiu-se à caracterização geopedológica (geologia, geomorfologia e pedologia) da área de drenagem da baía de Antonina, visando o mapeamento da suscetibilidade à produção de sedimentos. Para tanto, fez-se necessária uma adaptação das proposições metodológicas apresentadas por CREPANI et al. (2001), bem como a confecção da Carta Pedológica, conforme PAULA e SANTOS (2008). Na sequência procedeu-se à estimativa da produção de sedimentos, a partir da construção de dois cenários nos quais foi aplicada a metodologia desenvolvida por CAMPAGNOLI (2005, 2006). O Cenário 1 contemplou a Carta de Vegetação Natural, elaborada de acordo com PAULA e SANTOS (2009), enquanto que no Cenário 2 foram considerados a cobertura vegetal e o uso da terra nas bacias hidrográficas em 2005. Anterior à construção dos mencionados cenários foi feita a análise da pluviosidade, seguida de sua regionalização. Dentre os resultados principais destaca-se que a maior produção de sedimentos foi identificada nas porções de sopé da Serra do Mar, Morros e Colinas, nas quais a densidade de estradas rurais, bem como os percentuais de uso agropecuário demonstraram-se elevados. Com essas características destacaram-se as bacias dos rios do Pinto (59,5 t.km- 2.a-1), Marumbi (57,7 t.km-2.a-1), Sagrado (54 t.km-2.a-1), Alto Nhundiaquara (52,2 t.km-2.a- 1) e Baixo Nhundiaquara (50,8 t.km-2.a-1). Contudo, a bacia do rio Sagrado revelou maior aumento na produção de sedimentos quando os dois cenários foram comparados, tendo em vista o acréscimo anual ampliado em 4.777 ton. Os resultados de produção de sedimentos revelaram correspondência com aqueles publicados por MANTOVANELLI (1999) e GIBERTONI et al. (2008). O acréscimo à produção de sedimentos no cenário natural, quando considerado o uso da terra de 2005, foi de 26.519 t.a-1, o que se traduz em um aumento de 77,9%. No entanto, quando além das mudanças na cobertura do solo também foram consideradas as águas turbinadas da usina GPS (Governador Parigot de Souza), o acréscimo correspondeu a 41.664 t.a-1, ou seja, 122,3%. Portanto, no presente trabalho foi reforçada a hipótese de que o processo de assoreamento da baía de Antonina esteja se intensificando em decorrência da contribuição antrópica nas bacias hidrográficas, devido a alterações no uso da terra e à realização de obras de engenharia, com destaque para a operação da usina GPS.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Faced with the growing silting process of the Antonina bay, which is located in the eastern portion of the State of Paraná and is the estuary that mostly enters the Brazilian territory, this study was intended to make an estimation of the sediments yielded in river basins which drain into it, focusing on the delineation and prioritization of areas that provide these sediments. The first stage of the research referred to the geopedologic characterization (geology, geomorphology and pedology) of the drainage area of the Antonina bay, aimed at mapping the susceptibility of yielding sediments. For this, it was necessary to adapt the methodological proposals introduced by CREPANI et al. (2001), as well as producing the Pedologic Chart, as per PAULA and SANTOS (2008). Afterwards we proceeded to estimate the sediment yield from the construction of two scenarios in which we applied the methodology developed by CAMPAGNOLI (2005, 2006). Scenario 1 included the Natural Vegetation Chart, produced according to Paula and Santos (2009), while in Scenario 2 were considered the vegetation cover and land use in river basins in 2005. Prior to the construction of the aforementioned scenarios we analyzed rainfall, followed by its regionalization. Among the main findings we point out that the largest sediment yield was found in portions of the foothills of the Serra do Mar and Hills, where the density of rural roads, as well as the percentage of agricultural use have shown to be high. With these characteristics were most important the basins of rivers Pinto (59.5 t.km-2.a-1), Marumbi (57.7 t.km-2.a-1) Sagrado (54 t.km-2.a-1), High Nhundiaquara (52.2 t.km-2.a-1) and Low Nhundiaquara (50.8 t.km-2.a-1). However, the Sagrado River’s basin showed a greater increase in sediment yield when comparing the two scenarios, considering an annual increase extended in 4,777 tons. The results of sediment yield showed correspondence to those published by MANTOVANELLI (1999) and GIBERTONI et al. (2008). The increase of sediment yield to the natural setting, when considering the land use in 2005, was of 26,519 t.a-1, which can be translated into a 77.9% increase. However, when in addition to changes in land cover are also considered the GPS power plant’s turbine waters the increase was of 41,664 t.a-1, or 122.3%. Therefore, this work has strengthened the hypothesis that the silting process of the Antonina bay is intensifying due to anthropic contribution at river basins, due to changes in land use and the deployment of engineering works, especially the operation of the GPS power plant.pt_BR
dc.format.extentxiii, 155 f. : il. [algumas color.] ; 30 cm. +.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectSedimentos (Geologia)pt_BR
dc.subjectBacias (Geologia)pt_BR
dc.subjectGeomorfologiapt_BR
dc.subjectGeografiapt_BR
dc.titleAnálise da produção de sedimentos na área de drenagem da Baía de Antonina/PR : uma abordagem geopedológicapt_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record