Show simple item record

dc.contributor.authorRubira, Isabela Maria Marassi, 1977-pt_BR
dc.contributor.otherBega, Maria Tarcisa Silva, 1953-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Sociologiapt_BR
dc.date.accessioned2019-10-24T16:34:22Z
dc.date.available2019-10-24T16:34:22Z
dc.date.issued2011pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/26791
dc.descriptionOrientadora: Profª. Drª. Maria Tarcisa Silva Begapt_BR
dc.descriptionDissertaçao (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciencias Humanas, Letras e Artes, Programa de Pós-Graduaçao em Sociologia. Defesa: Curitiba, 29/09/2011pt_BR
dc.descriptionInclui bibliografiapt_BR
dc.description.abstractResumo: Pequenos municípios brasileiros tendem a uma realidade que converge, no mesmo espaço, caracteristicas do universo urbano como arruamentos, oferta de bens e serviços, relativa efervescência cultural, tecnológica, e também o predomínio de áreas verdes, natureza, economia agrícola, tranquilidade, portanto, caracteristicas de um universo rural; o que contribui para descaracterizar, na prática, os pequenos municípios como fundamentalmente urbanos. Tal convergência não exime os pequenos municípios das desigualdades sociais, ao contrário, podem acentua-las quando não se tem clareza da complementariedade entre rural e urbano, uma vez que as politicas públicas precisam ser condizentes com o lugar. O presente trabalho tem por objetivo compreender o modo de ser e viver em Guairaçá, no sentido de caracterizar a identidade social de seus moradores. Para tanto, realiza-se entrevistas, por meio de história oral, na região central e periférica, para saber a percepção que os moradores têm de si mesmo e do espaço social onde vivem. Os resultados alcançados permitem a confirmação de que no pequeno município existem percepções não de um espaço complementar entre rural e urbano, mas sim unilateral, além de percepções que supervalorizam, desvalorizam ou são ilusórias ao lugar; e também a confirmação de que mesmo sendo um espaço tão pequeno é capaz de suscitar diferentes identidades sociais.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Small city ted to a reality that converges in the same space, characteristics of the urban universe as roads, supply of goods and services on cultural effervescence, technological, and the predominance of green areas, nature, agricultural, economics, peace, therefore, characteristics of a rural univers, which contributes to mischaracterize, in practice, mainly small towns as urban. This convergence does not exempt the small city of social inequalities, by contrast, can accentuatethem when there is no clarity of complementarity between rural and urban areas, since public policy must be consistent with the place. The present work aims to understand the mode of being and living in Guairaçá, in order to chacterize the social identities its residents. To this end, interviews will take place though oral history, in the central and peripheral, to know the perception residents have of yourself and the social space were they live. The results provide confirmation that there are perceptions in the small city rather tan a complementary space between rural and urban, but unilateral, and perceptions that overvalue, are illusoryor devalue the place, and also confirmation that even though aspace so little is capable of creating different social identity.pt_BR
dc.format.extent119 f. : il. [algumas color.] ; 30 cm.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectDissertações - Sociologiapt_BR
dc.subjectIdentidade socialpt_BR
dc.subjectPolítica públicapt_BR
dc.subjectVida urbanapt_BR
dc.subjectVida ruralpt_BR
dc.subjectCidades e vilas - Paranápt_BR
dc.subjectSociologiapt_BR
dc.titleDiga-me onde moras que te direi quem és : um olhar sore o pequeno município de Guairaçá - PRpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record