Show simple item record

dc.contributor.advisorGomes, Aracely Vidalpt_BR
dc.contributor.authorYanez Inzunza, Olga de las Nieves, 1961-pt_BR
dc.contributor.otherTomaselli, Ivan, 1951-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestalpt_BR
dc.date.accessioned2020-12-28T11:25:06Z
dc.date.available2020-12-28T11:25:06Z
dc.date.issued1992pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/26693
dc.descriptionOrientadores: Aracely Vidal Gomes e Ivan Tomasellipt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Parana, Setor de Ciencias Agrariaspt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração: Tecnologia e utilização de produtos florestaispt_BR
dc.description.abstractO presente trabalho tem como objetivo principal contribuir para a identificação de nove espécies do gênero Copaifera através da anatomia da madeira. As espécies estudadas foram: Copaifera duckei Dwyer, C. guianensis Desf., C. langsdorffii Desf., C. martii Hayne, C. multiiuga Hayne, C. officinalis L., C. reticulata Ducke, C. rigida Benth; C. trapezifolia Hayne. As espécies foram descritas individualmente, incluindo estrutura microscópica da madeira, calculando-se para todas as espécies a média e desvio padrão dos dados quantitativos do xilema. Durante todas as características anatômicas da madeira, além da presença dos canais intercelulares axiais no parênquima marginal que caracterizam o gênero, o parâmetro mais importante para a separação das espécies foi o tipo de raios de acordo com a largura em número de células. O parênquima axial é muito semelhante em todas as espécies, tendo apenas sua porcentagem com relação aos outros tecidos mostrado em alguns casos utilidade como caráter diagnóstico auxiliar. A freqüência de poros permitiu separar C. langsdorffii e C. trapezifolia, nas quais as médias de poros/mm² equivale aos valores máximos observados nas outras sete espécies. Com base na anatomia da madeira, foi feita uma chave dicotômica para a separação e identificação das noves espécies estudadas.pt_BR
dc.description.abstractThe main objective of this work is to contribute to the identification of nine species of the genus Copaifera, through wood anatomy. The species studied were: Copaifera duckei Dwyer, C. guianensis Desf., C. langsdorffii Desf., C. martii Hayne, C. multiiuga Hayne, C. officinalis L., C. reticulata Ducke, C. rigida Benth; C. trapezifolia Hayne. They were individually described, including microscopic structure of the wood, with average and standard deviation of xylem quantitative data calculated for all nine species. Among all wood anatomical characteristics, besides the presence of the axial intercellular channels within the marginal parenchyma which characterizes the genus, the most important parameter for the separation of species was the type of rays according to width in number of cells. The axial parenchyma is similar in all species, only its percentage in relation to other tissues, in a few cases, shows some usefulness as an auxiliary diagnostic character. Pore frequency helped to separete C. langsdorffii and C. trapezifolia, where average vessels/mm2 is equivalent to maximum values observed in the other seven species. A dichotomous key, based on wood anatomy, was made for the separation and identification of the nine species studied.pt_BR
dc.format.extentx, 111 f. : 23 il. ; 30 cm.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponivel em formato digitalpt_BR
dc.subjectMadeira - Anatomiapt_BR
dc.subjectMadeira - Identificaçãopt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleAnatomia da madeira de nove espécies do gênero Copaifera (Leguminosa - Caesalpinioideae)pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record