Mostrar registro simples

dc.contributor.advisorKeinert Jr., Sidon, 1951-pt_BR
dc.contributor.authorPio, Nabor da Silveirapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Agrárias. Programa de Pós-Graduaçao em Engenharia Florestalpt_BR
dc.date.accessioned2013-06-28T15:40:52Z
dc.date.available2013-06-28T15:40:52Z
dc.date.issued2013-06-28
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/26643
dc.description.abstractO presente trabalho teve por objetivo avaliar a madeira do Eucalyptus scabra (Dum-Cours) e do Eucalyptus robusta (Smith) como fonte de matéria prima para laminação e produção de compensados. A madeira foi proveniente de plantios experimentais da fazenda Rio Negro da Universidade Federal do Paraná com aproximadamente 30 anos. O número total de árvores coletadas foram seis, três por espécie. Ainda no campo as toras receberam tratamentos de topo, anelamento com motoserra, cintamento metálico e selador no sentido de minimizar as tensões de crescimento. O delineamento foi completamente casualizado com arranjo fatorial dos dados, sendo a análise realizada por espécie. As lâminas foram produzidas nas Indústrias Karson para o laminado e na Selectas S/A Ind. e Com. de Madeiras para o faqueado. A espessura para o laminado foi de 2,00 mm, enquanto que para o faqueado foi de 0,6 mm. A qualidade das lâminas está de acordo com a norma da ABIMCE. Foram estudados dois tempos de prensagem (8 e 12 minutos) e as temperaturas de prensagem foram dividas por resinas, uréia-formol (105 e 120°C) e fenol-formal (135 e 150°C) com um total de dezesseis tratamentos, sendo oito por espécie. Foram produzidos oitenta painéis de 0,50 x 0,50 m. Os valores médios da densidade básica para o Eucalyptus scabra foi de 0,644 (g/cm3) , enquanto que o Eucalyptus robusta 0,565 (g/cm3 ), consideradas similares a valores encontrados na literatura. As perdas observadas com laminação são próximas a do Pinus elliottii estudado por MEDINA (1986),63,53 % para o Euea/yptus seabra, e 56,00 % para o Eucalyptus robusta. O rendimento obtido na operação de faqueamento foi baixo quando comparado com outras espécies de folhosas. O rendimento do laminado para o Eucalyptus seabra foi de 36,47 % e para o Euca/yptus robusta de 44,00 %. No faqueamento o rendimento encontrado para o Euea/yptus seabra foi de 69,66 % enquanto que para o Eucalyptus robusta foi de 80,90 % O valor encontrado para os ensaios de recuperação em espessura para o adesivo fenol-formal Eucalyptus scabra foi 3,03 %. Para o Eucalyptus robusta adesivo uréia-formol o inchamento mais recuperação em espessura foi de 11,04 %. Para o adesivo fenol-formal a porcentagem de recuperação em espessura foi de 4,48 %. O ensaio de flexão estática apresentou valores para o MOE, sentido paralelo a grã adesivo uréia-formol, superiores a 17500 N/mor, e para o MOR os valores foram superiores a 96,00 N/mor. Com o adesivo fenol-formol, sentido paralelo a grã, os valores do MOE e MOR foram superiores a 18700 N/mor e 90,00 N/mor, respectivamente. No sentido perpendicular a grã, adesivo uréia-formol, o MOE apresentou valores superiores a 5800 N/mor, enquanto que o MOR acima de 41,00 N/mor. Para o adesivo fenol-formal os valores do MOE e MOR foram superiores a 4200 N/mor e 43,00 N/mm2 para as duas espécies. No ensaio de resistência ao cisalhamento os fatores examinados não apresentaram diferenças significativas para ambas espécies e adesivos, e os valores de porcentagem de falha na madeira tanto para o ensaio úmido quanto o seco estão de acordo com a norma American Plywood Association U.S. Product standart PS 1-74. Com os resultados obtidos, os painéis produzidos possuem potencial para serem utilizados comercialmente.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectCompensados de madeirapt_BR
dc.subjectEucaliptopt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleAvaliação da madeira de Eucalyptus scabra (Dum-Cours) e Eucalyptus robusta (Smith) na produção de paineis compensadospt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Arquivos deste item

Thumbnail

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples