Show simple item record

dc.contributor.authorBasso, Lisianept_BR
dc.contributor.otherBarra, Eduardo Salles de Oliveirapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Humanas, Letras e Artes. Programa de Pós-Graduaçao em Filosofiapt_BR
dc.date.accessioned2011-12-09T08:55:45Z
dc.date.available2011-12-09T08:55:45Z
dc.date.issued2011-12-09
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/26358
dc.description.abstractResumo: Na discussão sobre a causa da coesão entre as partes mínimas da matéria, exposta nos Discorsi (1638), Galileu alude à tese aristotélica conhecida tradicionalmente como horror vacui. Aparentemente, a orientação de Galileu é atribuir a coesão entre as pequeníssimas partes que compõem os sólidos à presença de vácuos intersticiais inextensos. Valendo-se disso e da concepção de que a natureza é constituída e acessada pela linguagem matemática, Galileu estende as propriedades geométricas do ponto aos átomos, considerados as unidades últimas da matéria. Depois, ao tratar das regras do movimento local, tema da terceira jornada dos Discorsi, Galileu usa figuras geométricas para analisar o movimento uniformemente acelerado em termos de proporcionalidade entre espaço, tempo e velocidade, sendo esta última diretamente proporcional ao tempo nos seguintes termos: “a intensificação da velocidade se produz de acordo com a extensão do tempo”. Enquanto espaço e tempo são quantidades contínuas medidas de acordo com sua extensão, a velocidade varia em grau ou segundo sua intensidade e, por isso, foi considerada pela tradição que chega até Galileu não como quantidade, mas como qualidade ou quantidade intensiva. A finalidade deste trabalho é utilizar a explicação geométrica da linha composta por infinitos indivisíveis para tratar da representação geométrica da velocidade na terceira jornada dos Discorsi. Esta opção é uma tentativa de compreender como a concepção de velocidade na explicação geométrica do mo imento acelerado seria fundamentada nas relações entre contínuo & descontínuo, divisível & indivisível, por fim, extenso & intenso da primeira jornada.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectGalileu, 1564-1642pt_BR
dc.subjectDissertações - Filosofiapt_BR
dc.subjectMovimentopt_BR
dc.subjectVelocidadept_BR
dc.titleO papel dos indivisiveis para a explicação da velocidade nos Discorsi de Galileupt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record