Show simple item record

dc.contributor.authorMartins, Luiz Fernando Berbetzpt_BR
dc.contributor.otherSoares, Rodrigo Oliveirapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Sociais Aplicadas. Programa de Pós-Graduaçao em Contabilidadept_BR
dc.date.accessioned2011-09-12T10:27:39Z
dc.date.available2011-09-12T10:27:39Z
dc.date.issued2011-09-12
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/26127
dc.description.abstractResumo: Este estudo busca testar a teoria de superinvestimento da empresa, proposta por Jensen (1986), no cenário brasileiro. Utilizando metodologia similar à empregada por Brailsford e Yeoh (2004), estuda-se como as variáveis Oportunidade de Crescimento e Geração de Fluxo de Caixa Livre, analisadas em conjunto, influenciam na percepção do mercado quando ocorre a divulgação de uma decisão de investimento. A metodologia utilizada é Estudo de Evento e a amostra comporta 528 eventos de divulgação de investimento ocorridos entre 2003 e 2010 por empresas brasileiras de capital aberto. Os principais resultados apontam para a confirmação da teoria proposta por Jensen (1986) e corroboram os resultados observados por Brailsford e Yeoh (2004) em estudo aplicado no mercado Australiano.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectMercado de capitaispt_BR
dc.titleReação aos anúncios sobre investimentos em empresas com propensão ao superinvestimentopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record