Show simple item record

dc.contributor.authorZator Filho, Aloispt_BR
dc.contributor.otherNakajima, Nelson Yoshihiropt_BR
dc.contributor.otherHosokawa, R. T. (Roberto Tuyoshi), 1945-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Agrárias. Programa de Pós-Graduaçao em Engenharia Florestalpt_BR
dc.date.accessioned2013-06-14T15:04:56Z
dc.date.available2013-06-14T15:04:56Z
dc.date.issued2013-06-14
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/25918
dc.description.abstractEsta pesquisa teve como objetivo a comparação da precisão, em relação à variável volume, e dos custos, em relação ao tempo consumido e operacionalidade de aplicação, entre o sistema de Inventário Florestal Contínuo (IFC) atualmente utilizado por uma empresa florestal catarinense e um sistema de IFC proposto para aplicação no atual modelo de implantação e manejo das florestas de Pinus taeda dessa empresa. Na proposição do novo sistema de IFC foi definido o tamanho ideal da unidade amostral a partir da estimativa do número de árvores necessários para compor a unidade amostral, obtida em função da variância do diâmetro a altura do peito (DAP), em função da variância da área base em função da variância do volume. Paralelamente a este estudo, também foi analisado o número de árvore necessário a ser cubado para o ajuste do modelo de equação volumétrica de Schumacher, também com base na variância do DAP, na variância da área basal e variância do volume, para cada classe de idade e de diâmetro. O melhor ajuste do modelo de equação de volume foi com base na variância do volume, seguida da variância da área basal. A menor quantidade de árvores a cubar foi quando se utilizou a variância da variável DAP, no entanto, esta apresentou o menor ajuste. Na comparação dos sistemas, o IFC propostos utilizando unidades amostrais de mesma área, tanto na forma quadrada quanto na forma circular, ambas foram mais eficientes que o IFC atualmente utilizado pela empresa. Esta eficiência está relacionada com o menor custo de instalação e medição das unidades amostrais permanentes sem prejudicar a precisão desejada. As unidades amostrais quadradas e circulares apresentaram semelhança nos resultados encontrados, sendo que as unidades amostrais circulares consumiram menor tempo na sua implantação, enquanto que as unidades amostrais quadradas apresentaram melhor facilidade de medição das variáveis de interesse devido ao seu caminhamento em linha na unidade amostral.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectFlorestas - Medição - Santa Catarinapt_BR
dc.subjectPinus taeda - Santa Catarinapt_BR
dc.titleProposição de um sistema de inventário florestal contínuo mediante comparação com sistema utilizado em plantios de Pinus Taeda no Planalto Norte Catarinense.pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record