Show simple item record

dc.contributor.authorOliveira, Diego Canavese dept_BR
dc.contributor.otherFraiz, Fabian Calixtopt_BR
dc.contributor.otherFerreira, Fernanda de Moraispt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Programa de Pós-Graduação em Odontologiapt_BR
dc.date.accessioned2011-08-15T13:33:43Z
dc.date.available2011-08-15T13:33:43Z
dc.date.issued2011-08-15
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/25915
dc.description.abstractResumo: O objetivo do presente estudo foi avaliar a condição bucal de adolescentes em conflito com a lei e seu impacto na qualidade de vida. Foi realizado um estudo censitário transversal, entre Janeiro e Junho de 2010, envolvendo 102 adolescentes internos no maior Centro de Sócio Educação (CENSE) do estado do Paraná, o CENSE São Francisco, localizado na cidade de Piraquara. Foram avaliadas questões referentes à experiência de cárie dentária, má oclusão, condição periodontal, fluorose, condição de higiene bucal e traumatismo dentário. O instrumento utilizado para mensurar o impacto das condições bucais na qualidade de vida dos adolescentes no último mês de privação de liberdade foi o Oral Health Impact Profile (OHIP-14), o qual foi aplicado no formato de entrevista juntamente com um questionário ócio-demográfico. Foram realizadas análise descritiva e de regressão de Poisson univariada para verificar possíveis associações entre alterações bucais e demais covariáveis e o impacto das condições bucais na qualidade de vida. As variáveis com p < 0,20 nas análises univariadas foram sel cionadas para a construção do modelo múltiplo de regressão de Poisson com variância robusta, sendo mantidas no modelo final aquelas que permitiram um melhor ajuste do mesmo e que se mantiveram significantes (p < 0,05) no conjunto de variáveis. A prevalência de adolescentes que relataram impacto relacionado a questões bucais na qualidade de vida foi de 63,7% e o valor de OHIP médio encontrado foi 6,69 (DP = 8,79; mediana 3). No modelo múltiplo as variáveis estado civil, tempo de privação de liberdade, tabaco, incômodo nos dentes ou boca e dentes cariados não tratados apresentaram associação estatisticamente significante com o relato de impacto na qualidade de vida (p < 0,05). Conclui-se que os adolescentes em conflito com a lei presentaram uma condição de saúde bucal pouco satisfatória, com alta prevalência de impacto na qualidade de vida em decorrência de problemas bucais, sendo a presença de dentes cariados não tratados a condição clínica com maior impacto na qualidade de vida desses indivíduos.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectAdolescentes - Cuidado e higienept_BR
dc.subjectAdolescentes - Saude e higienept_BR
dc.subjectAdolescentespt_BR
dc.subjectSaúde bucalpt_BR
dc.titleRepercussões das condições bucais na qualidade de vida de adolescentes em conflito com a leipt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record