Show simple item record

dc.contributor.authorLemes, Rubisley de Paulapt_BR
dc.contributor.otherBellon, Olga Regina Pereira, 1962-pt_BR
dc.contributor.otherSilva, Lucianopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Exatas. Programa de Pós-Graduaçao em Informáticapt_BR
dc.date.accessioned2011-06-29T13:44:40Z
dc.date.available2011-06-29T13:44:40Z
dc.date.issued2011-06-29
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/25819
dc.description.abstractResumo: O objetivo deste trabalho é comprovar que a identificação automática de recém-nascidos através de imagens palmares e plantares em alta resolução é praticável. As características necessárias ao reconhecimento destes indivíduos são difíceis de serem obtidas nestas imagens, uma vez que as cristas possuem em média espessura entre 2,5 e 3 vezes menor do que em adultos. Além do mais, estas cristas são muito frágeis em recém-nascidos, deformando-se facilmente ao contato. Atualmente, pelo nosso conhecimento, não ia nenhum sistema biométrico ou equipamento comercialmente disponível que possa ser utilizado para o propósito de reconhecimento de recêm-nascidos. Os métodos não-automáticos atualmente utilizados para tal fim são limitados, aplicáveis somente em ambientes hospitalares e não apresentam soluções eficientes para fins de identificação neonatal, tais como: evitar trocas de bebês, roubo, tráfico e até mesmo uma futura confirmação da identidade do indivíduo. Este documento apresenta um trabalho pioneiro no campo da identificação automática de recém-nascidos, desde a coleta e processamento das imagens até os algoritmos de reconhecimento. A abordagem proposta faz uso de impressões palmares e plantares capturadas por um sensor comercialmente disponível e com resolução de 1000dpi, próxima á estimada como adequada aos propósitos desta aplicação (1500dpi). O sistema biométrico proposto apresenta-se como uma solução prática, baseando-se em métodos não-invasivos de fácil aplicação e aceitação. Experimentos realizados em 1221 impressões palmares e 1221 impressões plantares de 250 recém-nascidos da maternidade do Hospital das Clínicas da UFPR atestam a viabilidade do sistema proposto.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectBiometriapt_BR
dc.subjectRecem-nascidos - Identificaçãopt_BR
dc.subjectImagempt_BR
dc.titleFootscanidpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record