Show simple item record

dc.contributor.advisorMenezes, Marcia Santos dept_BR
dc.contributor.authorCalado, Suelen Cristine de Moraispt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Biológicas. Programa de Pós-Graduaçao em Ecologia e Conservaçaopt_BR
dc.date.accessioned2011-06-16T13:26:07Z
dc.date.available2011-06-16T13:26:07Z
dc.date.issued2011-06-16
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/25734
dc.description.abstractResumo: A comunidade de macroinvertebrados bentonicos constitui um grupo de grande importancia ecologica nos rios, devido a sua participacao na ciclagem de nutrientes que contribuem no fluxo de energia para os demais niveis troficos. Este estudo teve como objetivo avaliar as teias troficas dos macroinvertebrados nas escalas espacial e temporal do rio Sambaqui, localizado em Morretes . PR. As coletas foram realizadas nos periodos de seca (julho/2008 e julho/2009) e cheia (marco/2008 e dezembro/2009) em dois pontos amostrais, em substratos compostos por areia, cascalho, folhico, rochas em corredeira e vegetacao marginal. As amostragens foram realizadas com auxilio do amostrador Surber e peneira (ambos com 30x30 cm e malha 0,5 mm de abertura), em tres pseudorreplicas de cada substrato. Para a elaboracao das teias, as especies foram classificadas em basais, intermediarias e de topo. A representacao grafica do fluxo de energia foi obtida por meio do software Pajek (Program for Large Network Analysis). Para a analise comparativa entre as teias troficas dos dois pontos e periodos de coleta foram mensurados o calculo de nove descritores (proporcao de especies basais, intermediarias, de topo e onivoros, densidade de ligacoes, indice de conectancia, comprimento maximo e minimo da teia e numero de compartimentos troficos), indice de riqueza de Margalef (S) e diversidade de Shannon-Weanner (H.). Para complementar os dados na analise sazonal, os organismos foram classificados em quatro grupos (detritivoros, herbivoros, carnivoros e onivoros), de acordo com a sua preferencia alimentar. A analise de similaridade de Jaccard foi utilizada para verificar a semelhanca entre estes descritores de cada ponto nos periodos de seca e cheia. A comparacao dos demais descritores das teias troficas foi obtida por meio da analise multivariada de correspondencia, com posterior agrupamento pelo Metodo de Escalonamento Multidimensional (MDS), utilizando a dissimilaridade. As teias troficas demonstraram variacoes em suas composicoes de acordo com a interferencia da escala espacial e temporal, mas os descritores utilizados em suas analises nao apresentaram diferencas significativas. A teia trofica do ponto 1 e favorecida pela maior integridade da paisagem em relacao ao ponto 2, que apresenta reducao na cobertura vegetal e interferencia das acoes antropicas. Contudo, a teia trofica do ponto 2 e mais complexa mas, ao mesmo tempo, instavel, devido a ocorrencia de ligacoes mais dependentes. Os periodos de seca apresentaram teias mais complexas nos dois pontos, por proporcionar um local mais estavel com menor incidencia de flutuacoes ambientais. Enquanto os periodos de cheia, reduziram a forca das ligacoes troficas, por limitar a taxa de encontro entre as especies. Sugere-se que mecanismos como o turnover, resiliencia, resistencia e facilitacao estao fortemente associados as perturbacoes ambientais e auxiliam na manutencao das interacoes troficas. A analise destes mecanismos deve ser incorporada nos estudos das teias alimentares para analises mais conclusivas.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectInseto aquatico - Paranápt_BR
dc.titleTeia trófica dos macrovertebrados em dois trechos do Rio Sambaqui, Morretes - PRpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record