Show simple item record

dc.contributor.authorMoreira, Bruno Martini, 1981-pt_BR
dc.contributor.otherNoernberg, Mauricio Almeidapt_BR
dc.contributor.otherMachado, Eunice da Costapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias da Terra. Centro de Estudos do Mar. Programa de Pós-Graduaçao em Sistemas Costeiros e Oceânicospt_BR
dc.date.accessioned2011-06-16T11:51:04Z
dc.date.available2011-06-16T11:51:04Z
dc.date.issued2011-06-16
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/25703
dc.description.abstractResumo: Um grande esforço científico internacional tem sido aplicado nos últimos anos no desenvolvimento de algoritmos regionais e na classificação óptica de corpos de água naturais, especialmente de águas do Caso 2. Além de opticamente mais complexas, costumam sustentar diversas atividades humanas, como acontece em estuários. O presente estudo investiga a dinâmica dos coeficientes de absorção da luz pelo sensor MODIS-Aqua no Complexo Estuarino de Paranaguá (CEP), durante todo o período de funcionamento (2002-2010) do satélite, visando identificar a resposta dos produtos (a, adg e aph), sua dinâmica espacial e temporal. Os pontos mais internos ao CEP apresentaram maiores coeficientes de absorção em relação aos externos, mas a proporção de adg e aph variou mais discretamente. A variação sazonal (máximos na primavera-verão) foi maior que a anual para a, adg e aph até 2008. Em 2009 e 2010 as médias de absorção de luz foram maiores para todos os pontos, indicando uma possível tendência interanual.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleBalanço espaço-temporal da absorção de luz pelas águas da desembocadura do Complexo Estuarino de Paranaguá, Brasil, por imagens Modis-Aquapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record