Show simple item record

dc.contributor.authorMorosini, Imara de Almeidapt_BR
dc.contributor.otherTorres-Pereira, Cassius Carvalhopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Odontologiapt_BR
dc.date.accessioned2011-05-13T13:11:28Z
dc.date.available2011-05-13T13:11:28Z
dc.date.issued2011-05-13
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/25613
dc.description.abstractResumo: Objetivos: O objetivo do presente estudo foi avaliar um sistema de teleodontologia como ferramenta para o diagnóstico de lesões de cárie e alterações em mucosa bucal, em um grupo de 102 adolescentes brasileiros em conflito com a lei. Metodologia: O exame clínico foi realizado para avaliar o Índice CPO-D, de acordo com os critérios da Organização Mundial de Saúde (OMS) e a condição de saúde bucal de cada um dos adolescentes foi documentada, utilizando uma câmera fotográfica digital. A presente pesquisa contou com três avaliadores à distância, dois para o Índice CPO-D e um para as alterações em mucosa bucal. Para o telediagnóstico, foram testadas duas formas de transmissão de imagens. Na primeira delas, as imagens foram compactadas e postadas em um site para compartilhamento de arquivos (www.sendspace.com) e o link para download foi enviado por e-mail para os avaliadores. Na outra, as imagens foram salvas em um compact disc e enviadas para avaliação por meio de um serviço de orrespondência expressa. O Índice CPO-D foi calculado e as alterações em mucosa bucal foram identificadas em cada um dos casos transmitidos. Foram realizadas análises descritivas dos valores de CPO-D e das alterações em mucosa bucal. Para o CPOD, a concordância entre o exame presencial e as duas avaliações à distância foi mensurada pelo Coeficiente de Concordância Kappa. Sensibilidade e specificidade também foram calculadas, considerando o exame clínico presencial como padrãoouro. Resultados: A idade média da amostra foi de 16,84 anos (DP=0,94). De acordo com o exame clínico presencial, a prevalência de lesões de cárie foi de 93,1% e o CPO-D médio foi de 5,9. Os resultados obtidos com o Índice Kappa variaram de concordância “substancial” a “quase perfeita”. A sensibilidade variou de 48% a 73%, a especificidade de 97% a 98% e a acurácia de 93% a 95%. A prevalência de lesões bucais foi de 38,23%; 78,43% dos adolescentes apresentaram pelo menos uma variação de normalidade e 51% pelo menos uma alteração periodontal. Conclusões: Diante das dificuldades envolvidas na identificação das necessidades de tratamento de grupos vulneráveis, a aplicação da teleodontologia mostrou-se como uma alternativa ao exame clínico presencial no diagnóstico de lesões de cárie e um método adequado para auxiliar no rastreamento de alterações bucais em adolescentes que cumprem medida socioeducativa de rivação de liberdade.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleTeleodontologia no diagnóstico de lesões de cárie e alterações da mucosa bucal em adolescentes privados de liberdadept_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record