Show simple item record

dc.contributor.authorSelig, Gabrielle Anapt_BR
dc.contributor.otherValore, Luciana Albanesept_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Psicologiapt_BR
dc.date.accessioned2020-01-31T17:22:05Z
dc.date.available2020-01-31T17:22:05Z
dc.date.issued2011pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/25545
dc.descriptionOrientadora: Profª Drª Luciana Albanese Valorept_BR
dc.descriptionDissertaçao (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciencias Humanas, Letras e Artes, Programa de Pós-Graduaçao em Psicologia. Defesa: Curitiba, 22/02/2011pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: O objetivo desta dissertação foi delinear nos discursos de jovens graduados, recémingressos em um serviço público federal, quais os sentidos atribuídos à sua inserção em uma carreira estável. Em uma sociedade cujos discursos valorizam tanto a flexibilidade, a mudança, o curto prazo, como características de bons profissionais, parecia paradoxal que inúmeros jovens procurassem se inserir em um emprego estável ("pra toda vida"), em órgãos públicos reconhecidos socialmente por sua estagnação e dificuldade para mudar. Adotou-se uma metodologia qualitativa, referenciada na análise do discurso, e o instrumento tilizado consistiu em uma entrevista semiestruturada, elaborada especialmente para esta pesquisa. Algumas recorrências foram evidenciadas. A inserção na carreira pública foi reconhecida: (a) como identificação com o trabalho de servidor público atrelada a um perfil ou vocação; (b) como influenciada por outras pessoas (pais e/ou amigos); (c) como garantia de remuneração; (d) como garantia de estabilidade. Com relação a este último critério, foi interessante observar que a estabilidade assume diversos sentidos, que ultrapassam seu conceito jurídico. Os iscursos contemporâneos atravessam as falas dos entrevistados. A análise os dados demonstrou que estes sujeitos querem ser reconhecidos como pessoas em movimento, um atravessamento da valorização de atributos como mobilidade e flexibilidade, embora suas falas tragam, onstantemente, a marca da estagnação. O futuro é presentificado em seus discursos: representa o usufruir, consumir imediatamente. Ser servidor público possibilita não só esta aquisição imediata de bens, mas ambém é um bem a ser adquirido. Os sujeitos demonstram-se como desengajados, uma não vinculação à instituição na qual trabalham. Há um desconhecimento de que eles são e fazem a instituição. O trabalho omo servidor público é esvaziado de sentido, sendo considerado um meio para outros fins. As escolhas pela carreira pública foram pautadas não pelo trabalho em si (SER servidor público), mas pelos reflexos deste (TER um cargo público). O serviço público representa uma forma de resistir aos novos modos de subjetivação contemporâneos (os discursos do curto prazo, das mudanças constantes, da instabilidade, etc.), mas também encena um assujeitamento, uma forma de se enquadrar aos discursos do consumo, da insatisfação constante, da desacomodação. Concluise que é importante o reconhecimento, pelos sujeitos esquisados, de que eles não são somente produtos de suas relações laborais, mas são também produtores dessas relações para que o trabalho como servidores públicos possa assumir uma dimensão realizadora.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The objective of this essay was to identify on the discourse of newly graduated youngsters, freshly joined to the federal public service, the senses attached to their insertion into a stable career. In a society whose discourses value flexibility, change, and short-term, as characteristics of good professionals, it seemed a paradox that countless youngsters would seek for a stable job (for all life), in public service, socially ecognized for its stagnation and difficulty to change. It was adopted a qualitative methodology, referenced on the discourse analysis, and the instrument utilized was a semi-structured interview, specially elaborated or this research. Some recurrences were evidenced. The insertion into a public career was recognized: (a) as an identifying with the work of a public servant combined with a profile or calling; (b) as influenced by other people (parents and/or friends); (c) as guarantee of income; (d) as guarantee of stability. Regarding this last criteria, it was interesting to observe that stability assumes several meanings that exceed its legal concept. Contemporary discourses cross the speeches of the interviewed. Data analysis demonstrated that these graduated want to be recognized as persons in movement, an intersection of the contemporary iscourses that valorizes attributes as mobility and flexibility, although their speech bring, constantly, the mark of stagnation. Future becomes present in their discourses: represents immediate enjoy and consume. Being a public servant allows not only this immediate acquisition of assets, but is also an asset to be acquired. The interviewed show themselves disengaged, a lack of engagement to the institution in which they ork. They don't recognize that they are and make the institution. The work as a public servant is emptied of meaning, being considered as a mean to another aims. The choices for a public career were guided not y the work in itself (BEING a public servant), but by its reflexes (HAVING a public job). Public service represents a way to resist the new ways of contemporary subjectivity (long term speeches, constant changes, instability, etc.), but also stages a submissiveness, a way to fit into consume discourses, constant unsatisfying and movement. The conclusion is that is important the recognition, by the interviewed, that they are not only products of their working relations, but also producers of these relations in order to allow their work as public servants to assume an expressive dimension.pt_BR
dc.format.extent127 f.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectDissertações - Psicologiapt_BR
dc.subjectServiço público - Carreiras e oportunidadespt_BR
dc.subjectServidores publicospt_BR
dc.subjectPsicologiapt_BR
dc.titleCenários instáveis, carreiras estáveis : atravessamento dos discursos contemporâneos nos sentidos da inserção profissional de jovens graduados como servidores públicos federaispt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record