Show simple item record

dc.contributor.advisorVicari, Marcelo Ricardopt_BR
dc.contributor.authorZiemniczak, Kalinept_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Biológicas. Programa de Pós-Graduaçao em Genéticapt_BR
dc.contributor.otherCestari, Marta Margarete, 1959-pt_BR
dc.date.accessioned2011-04-26T12:27:13Z
dc.date.available2011-04-26T12:27:13Z
dc.date.issued2011-04-26
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/25530
dc.description.abstractResumo: A ictiofauna neotropical é uma das mais diversificadas do mundo, constituindo a maior de todas as faunas epicontinentais do planeta. Contudo, esta elevada diversidade ainda é pouco conhecida, particularmente em regiões de cabeceiras de rios. Desta forma, este estudo procurou caracterizar as regiões das nascentes das bacias dos rios Ribeira e Tibagi quanto à diversidade citogenética de peixes loricariídeos de pequeno porte, as quais são reconhecidas por fixar mais facilmente rearranjos cromossômicos. Neste trabalho foram analisados citogeneticamente cinco espécies da família Loricariidae: Neoplecostomus yapo, Kronichthys lacerta, Isbrueckerichthys duseni, Parotocinclus maculicauda e Rineloricaria cf. lima. Foram utilizados marcadores cromossômicos convencionais (número diplóide, fórmula cariotípica, número fundamental e Ag-RON) e moleculares (FISH com sondas de rDNA 18S e 5S e sonda telomérica) com intuito de comparar os cariótipos destas espécies e contribuir com a citotaxonomia dos grupos basais de Loricariidae. Todas as espécies estudadas apresentaram 2n=54 cromossomos que é considerado um caráter plesiomórfico em Loricariidae, exceto Rineloricaria cf. lima que apresentou uma variação de 2n=66 a 2n=70 cromossomos. Em R. cf. lima foi demonstrado ocorrer uma série de eventos cromossômicos para a manutenção da viabilidade populacional da espécie que diversificou até 2n=70 st/a por fissões cêntricas gerando sítios instáveis nos pontos de quebra. Para cicatrizar estes pontos de quebra, fusões Robertsonianas ocorreram gerando o polimorfismo de 66 a 70 cromossomos observados atualmente. Diferentes combinações gaméticas gerariam as alterações do NF superior a 70. Ainda, a heterocromatinação facultativa parece ter ocorrido para evitar possíveis danos das duplicações de braços cromossômicos. Ainda, foram comparadas as três espécies de Neoplecostominae (N. yapo, K. lacerta, I. duseni) consideradas de grupos basais em Loricariidae juntamente com P. maculicauda (Hypoptopomatinae) e dados da literatura. Os resultados demonstraram que o 2n=54 cromossomos, pouca quantidade de heterocromatina e a sintenia dos rDNAs 18S e 5S podem ser consideradas características primitivas em Loricariidae por estarem presentes no grupo irmão Trichomycteridae e nas subfamílias consideradas basais Delturinae e Neoplecostominae. Assim, esta análise cromossômica entre os Loricariidae propicia um melhor entendimento dos processos de evolução cromossômica e das relações filogenéticas nesse grupo de constantes reformulações cladísticas.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectBagre (Peixe) - Ponta Grossa (PR)pt_BR
dc.subjectLoricarideopt_BR
dc.subjectCitogenética animalpt_BR
dc.titleEstudos citogenéticos em espécies de Loricariidae (Pisces, Siluriformes) das nascentes dos rios Ribeira e Tibagi, Ponta Grossa - PRpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record