Show simple item record

dc.contributor.authorMaciel, Karine Fontanapt_BR
dc.contributor.otherMantovani, Maria de Fatima, 1956-pt_BR
dc.contributor.otherMazza, Verônica de Azevedopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias da Saúde. Programa de Pós-Graduaçao em Enfermagempt_BR
dc.date.accessioned2011-04-25T11:42:40Z
dc.date.available2011-04-25T11:42:40Z
dc.date.issued2011-04-25
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/25519
dc.description.abstractResumo: Estudo descritivo com abordagem qualitativa que teve como objetivo conhecer a rede de apoio social do portador de hipertensão arterial. A coleta de dados foi realizada no período de outubro de 2009 a abril de 2010 em uma unidade de Saúde da Família de um município da região metropolitana de Curitiba- PR. Os participantes foram 31 portadores de hipertensão arterial, cadastrados e ativos no programa de hipertensos e diabéticos - HIPERDIA há mais de um ano, com idade entre 18 a 60 anos e que aceitaram participar do estudo. Os dados foram obtidos mediante entrevista semi-estruturada e analisados pelo étodo de Análise de Conteúdo, que permitiu identificar quatro categorias temáticas: Família como suporte ao portador de Hipertensão arterial, As Relações Comunitárias, O Apoio Social dos Amigos e O Cuidado sem Apoio. A Família foi a principal fornecedora de apoio referida pelos hipertensos sendo caracterizada pela ajuda material e de serviços, guia cognitivo e conselhos, apoio emocional e companhia social, porém, estaca-se o apoio material na assistência ao uso da medicação e cuidados gerais com a alimentação. As relações Comunitárias são representadas pelo serviço de saúde e grupos religiosos, dentre as diferentes formas de apoio advindos dos serviços de saúde, destaca-se guia cognitivo e conselho pelo provimento de informações, aconselhamentos, orientações para lidar com os problemas de saúde e auxílio material concebido pelas consultas médicas e verificação da pressão arterial. O apoio dos amigos também é considerado importante suporte emocional, pois estes se caracterizam como as pessoas de maior confiança para desabafar e oferecer conselhos. Todavia, a companhia social é considerada a maior atribuição dos amigos principalmente no que se refere ao lazer. Apesar dos benefícios do apoio social na vida das essoas, alguns dos hipertensos não referem apoio no cuidado com a hipertensão, pois demonstram dificuldades de obter colaboração para o companhamento do seu tratamento e são resistentes em pedir ajuda. Ressalta-se a importância dos resultados encontrados como subsídios para os profissionais de saúde, principalmente ao enfermeiro da atenção básica, os quais devem valorizar a rede social representada pelos familiares, amigos e relações comunitárias como uma estratégia para o fornecimento de assistência mais efetiva e com o intuito de melhorar a qualidade de vida destes indivíduos.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectHipertensãopt_BR
dc.titleRede de apoio social de portadores de hipertensão arterial para o cuidadopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record