Show simple item record

dc.contributor.authorPiegel, Viviane Paola Zibe ept_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Biológicas. Programa de Pós-Graduaçao em Farmacologiapt_BR
dc.contributor.otherLacerda, Roseli Boerngen de, 1955-pt_BR
dc.date.accessioned2011-03-23T11:52:18Z
dc.date.available2011-03-23T11:52:18Z
dc.date.issued2011-03-23
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/25357
dc.description.abstractResumo: Introdução: Sendo o ambiente de trabalho um local adequado para a prática da prevenção do uso de substâncias psicoativas, o objetivo do estudo é avaliar o processo de implementação da detecção precoce através do ASSIST e intervenção breve em uma prefeitura de um município do sul do Brasil, e conhecer o perfil epidemiológico quanto à prevalência do grau de envolvimento com substâncias psicoativas entre os servidores desta Instituição. Metodologia: No estudo de Implementação, inicialmente, foram realizadas reuniões para conscientização dos gestores das Secretarias Municipais sobre os problemas relacionados com o uso das substâncias. Em seguida, 70 profissionais do serviço de saúde ocupacional foram treinados em um curso de 20 h referente a substâncias, detecção precoce e intervenção. Foram realizadas reuniões de grupo focal referentes à detecção precoce através do ASSIST e à realização de Intervenções Breves e seus conteúdos foram analisados qualitativamente. No estudo epidemiológico os profissionais treinados aplicaram o ASSIST e a IB em uma amostra representativa dos funcionários da prefeitura. Os dados estão representados como percentagem de uso na vida, uso nos 3 últimos meses, uso de risco e uso sugestivo de dependência. De acordo com a pontuação no ASSIST o funcionário recebeu informações gerais sobre as drogas, IB ou o encaminhamento para tratamento especializado. Resultados: Dos 70 profissionais treinados, 26 participaram ativamente da pesquisa. O ASSIST foi considerado um facilitador da abordagem do assunto drogas. Foram entrevistados 1310 funcionários, sendo que a taxa relativa ao uso na vida de álcool foi 84%, do tabaco 49,8%, e hipnóticos sedativos 3,1%. As taxas referentes a sugestivo de dependência foi de 0,8% para o álcool, 9,7% para tabaco. Conclusão: O uso do processo de implementação e da pesquisa-ação promovida influenciou a mudança de rotina do serviço de saúde ocupacional da prefeitura frente ao tema drogas. O ASSIST foi considerado um importante instrumento para abordar o assunto sem preconceito ou estigma permitindo detectar e intervir precocemente no uso de risco para álcool, tabaco e outras drogas de funcionários bem como encaminhar aqueles detectados como sugestivos de dependência.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectPsicotropicospt_BR
dc.subjectAmbiente de trabalhopt_BR
dc.subjectAlcoolismo - Prevençãopt_BR
dc.subjectFumo - Viciopt_BR
dc.titleImplementação ASSIST (Alcohol, Smoking and Substance Involvement Screening Test) e intervenção breve em um serviço de saúde ocupacionalpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record