Show simple item record

dc.contributor.advisorTomaselli, Ivanpt_BR
dc.contributor.authorBolzón de Muñiz, Graciela Inéspt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Agrárias. Programa de Pós-Graduaçao em Engenharia Florestalpt_BR
dc.contributor.otherGomes, Aracely Vidalpt_BR
dc.date.accessioned2013-05-24T18:01:38Z
dc.date.available2013-05-24T18:01:38Z
dc.date.issued2013-05-24
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/25307
dc.description.abstractO presente trabalho teve por objetivo o estudo das principais características das madeiras de Pinus elliottii var. elliottii Engelm. e Pinus taeda L., provenientes de plantios com 30 anos de idade, localizados na Floresta Nacional de Iratí, Estado do Paraná. Foi estudada a variabilidade, tanto no sentido medula-casca como a diferentes alturas no tronco de 10 árvores. Procurou-se determinar modelos para estimar as propriedades e correlacionar o efeito das características da madeira na secagem. Foram estudadas as características anatômicas, conteúdo de extrativos, propriedades físicas e mecânicas, além das taxas de secagem a diferentes temperaturas. Os resultados obtidos para as características anatômicas, propriedades físicas e mecânicas mostraram diferenças altamente significativas entre os lenhos juvenil e adulto para ambas espécies. A massa específica mostrou uma alta correlação com a espessura da parede dos traqueóides axiais, com a porcentagem de lenho tardio, com a retratibilidade e propriedades mecânicas. A madeira de Pinus taeda apresentou valores mais altos em todas as características analisadas em relação a Pinus elliottii, ainda que as diferenças não tenham sido significativas estatisticamente. Como parte deste estudo foram analisados os modelos de análise de regressão linear múltipla, através do procedimento denominado Passo a Passo, para prognosticar as características morfológicas dos traqueóides e as propriedades das madeiras em função da orientação radial, idade e altura relativa do fuste. Os coeficientes determinação (R² ) dos modelos para estimar as propriedades foram satisfatórios. Para avaliar a importância das características da madeira no processo de secagem, foram determinadas as taxas de secagem a temperaturas de 50, 80 e 120°C e em ambiente controlado, a 20 ± 2°C e 65 ± 2 % de umidade relativa. A avaliação do efeito da taxa de secagem nas características das madeiras foi feita através da análise de modelos de regressão. Quanto maior a temperatura, maior a taxa de secagem, apresentando excelentes ajustes para o modelo multiplicativo y= axb . Por outro lado, a taxa de secagem para as diferentes temperaturas estudadas aumenta com a umidade inicial do corpo de prova; este fato parece estar relacionado à correlação existente entre a porcentagem de madeira juvenil e teor de umidade. Observou-se que o teor de umidade de equilíbrio da madeira diminui com a elevação da temperatura e que a contração aumenta com a elevação da mesmapt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectMadeira - Secagem - Modelos matematicospt_BR
dc.subjectPinus elliottiipt_BR
dc.subjectPinus taedapt_BR
dc.subjectMadeira - Propriedadespt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleCaracterização e desenvolvimento de modelos para estimar as propriedades e o comportamento na secagem da madeira de Pinus elliottii Engelm. e Pinus taeda L.pt_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record