Show simple item record

dc.contributor.advisorMalinovski, Jorge Robertopt_BR
dc.contributor.authorCechin, Nirlene Fernandespt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Agrárias. Programa de Pós-Graduaçao em Engenharia Florestalpt_BR
dc.date.accessioned2013-06-27T15:17:31Z
dc.date.available2013-06-27T15:17:31Z
dc.date.issued2013-06-27
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/25286
dc.description.abstractNas operações mecanizadas geralmente ocorrem perdas de tempo na realização de uma determinada atividade florestal, uma vez que estas são inerentes ao trabalho da máquina. Algumas destas perdas de tempo são controláveis e podem ser reduzidas com a devida racionalização e o controle da atividade que está sendo realizada. Outras porém são incontroláveis, uma vez que as mesmas estão ligadas aos fatores climáticos, pessoais e em alguns casos, ao próprio sistema de colheita de madeira. Como a quantidade de trabalho depende do ritmo operacional e este será mais intenso quanto maior for o aproveitamento do tempo disponível, as perdas de tempo controláveis devem ser identificadas para que estas possam ser reduzidas e consequentemente, reduzir assim o custo operacional das atividades florestais. A quantificação e a classificação das perdas de tempo possibilitam a avaliação do comportamento e do desempenho operacional das máquinas e dos equipamentos utilizados nas atividades mecanizadas de corte e extração florestal. O presente trabalho teve como objetivos principais analisar a eficiência e o desempenho operacional dos fellers bunchers de serra e de disco, dos miniskidders, dos skidders e dos slashers utilizados na colheita floresta da empresa, através da determinação das horas efetivas de trabalho destas máquinas. As máquinas ficam sem realizar a atividade florestal a que estão destinadas cerca de 24% a 44% das horas que foram programadas para estas trabalharem e os principais motivos destas paradas são o deslocamento das máquinas de uma fazenda para outra fazenda da empresa, a chuva, os reparos realizados nestas máquinas e os fatores relacionados aos operadores das mesmas. As máquinas analisadas apresentaram os maiores índices de eficiência no primeiro semestre e no verão, com exceção do slasher T-306, onde a maior eficiência apresentada pela máquina foi no inverno. Este tipo de trabalho produz informações que possibilitam o planejamento e a otimização das operações mecanizadas, a partir do conhecimento da eficiência e do desempenho operacional das máquinas e equipamentos florestais utilizados no corte raso dos povoamentos florestais da empresa.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectMáquinas florestais - Exames, questões, etc - Santa Catarinapt_BR
dc.subjectExploração florestal - Santa Catarinapt_BR
dc.subjectDerrubadas - Santa Catarinapt_BR
dc.subjectPovoamento florestal - Santa Catarinapt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleAnálise da eficiência e do desempenho operacional das máquinas e dos equipamentos utilizados no corte raso de povoamentos florestais na região do planalto norte de Santa Catarinapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record