Show simple item record

dc.contributor.authorUlbrich, Elis Martinspt_BR
dc.contributor.otherMantovani, Maria de Fatima, 1956-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias da Saúde. Programa de Pós-Graduaçao em Enfermagempt_BR
dc.date.accessioned2011-03-11T14:22:39Z
dc.date.available2011-03-11T14:22:39Z
dc.date.issued2011-03-11
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/25282
dc.description.abstractResumo: Trata-se de uma pesquisa-ação realizada numa Unidade Básica de Saúde de um município da região metropolitana de Curitiba – Paraná, nos meses de fevereiro a junho de 2010 com portadores de hipertensão arterial e Diabetes Mellitus, com idades entre 18 e 60 anos, cadastrados no Programa de Hipertensão Arterial e Diabetes Mellitus. O objetivo foi descrever as atividades de cuidado pessoal de doentes crônicos desenvolvidas pós-atuação educativa do enfermeiro. Os dados foram coletados em dois momentos: primeiro - 26 usuários responderam à entrevista semiestruturada no domicílio e, destes, 13 participaram de pelo menos um encontro em grupo dos cindo realizados no segundo momento da pesquisa. Os dados foram gravados em formato digital e analisados os conteúdos dos depoimentos após a transcrição das entrevistas e dos encontros. As categorias oriundas desta análise foram: “O diagnóstico como ponto de partida”, “Mudança de vida: cuidados adotados” e “Autonomia do cuidado pessoal”. Dos 26 usuários entrevistados, 24 eram do sexo feminino e dois masculino, com idades entre 35 e 60 anos, sendo a faixa etária entre 51 a 60 anos, predominantemente com 16 usuários. Com relação ao diagnóstico, 16 têm Hipertensão Arterial, dois com Diabetes Mellitus e oito com as duas patologias concomitantemente. Em se tratando do nível de instrução, dois usuários concluíram o ensino médio, quatro têm Ensino Fundamental incompleto, sete têm o Ensino Primário completo, dez têm o primário incompleto e três não são alfabetizados. Ao analisar os relatos dos encontros em grupo, percebeu-se que os usuários identificaram a descoberta da doença como o ponto de partida para a realização de cuidados pessoais, pois antes do diagnóstico das patologias os usuários não se preocupavam com sua saúde. A descoberta da Hipertensão Arterial e do Diabetes Mellitus ocorreu pela percepção de sinais e sintomas, no período gestacional, por acaso e pela vivência de um episódio traumático. Após o diagnóstico, os usuários referiram ter a preocupação em adotar um estilo de vida saudável, porém encontravam como limitação a situação financeira. Deste modo, o tratamento farmacológico, a redução do sódio e da gordura saturada na alimentação foram os cuidados mais mencionados, pois ao adquirirem conhecimento sobre as patologias nas atividades educativas sentiram a necessidade de seguir o tratamento. Contudo, estes usuários demonstraram certa independência para realizarem o cuidado pessoal e adequaram as orientações dadas pelos profissionais de saúde aos seus conhecimentos e afirmaram necessitar de determinação para realizar o cuidado pessoal. Não obstante, as repercussões das atividades educativas neste estudo foram além do cuidado pessoal, visto que os usuários reconheceram a influência da infraestrutura social no processo saúde-doença.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleRepercussões da intervenção educativa do enfermeiro no cuidado pessoal do doente crônicopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record