Show simple item record

dc.contributor.advisorWisniewski, Celina, 1953-pt_BR
dc.contributor.authorBonnet, Barbara Rocha Pintopt_BR
dc.contributor.otherNogueira, Antonio Carlospt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Agrárias. Programa de Pós-Graduaçao em Engenharia Florestalpt_BR
dc.contributor.otherAdreoli, Cleverson Vitório, 1957-pt_BR
dc.contributor.otherReissmann, Carlos Brunopt_BR
dc.date.accessioned2013-06-14T14:31:25Z
dc.date.available2013-06-14T14:31:25Z
dc.date.issued2013-06-14
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/25140
dc.description.abstractLodo de esgotos anaeróbio digerido alcalinizado e lodo de esgotos anaeróbio digerido compostado com resíduos verdes foram testados, em proporções com substrato comercial, como substrato para a produção de mudas de Eucalyptus viminalis, Schinus terebinthifolius e Mimosa scabrella. Foram analisados seis tratamentos - testemunha (62,5% de substrato comercial e 37,5% de vermicomposto), misturas de 15% e 30% de lodo alcalinizado com respectivamente 85% e 70% de substrato comercial, misturas de 30% e 60% de lodo compostado com respectivamente 70% e 40% de substrato comercial, e 100% de lodo compostado. Todos os tratamentos receberam 3,125 g.kg1 de adubo mineral de liberação progressiva (NPK 19:6:10 + micronutrientes), de acordo com o padrão operacional do viveiro. Os componentes foram caracterizados em termos de pH, H + AI, Ca, Mg e AI trocáveis, K trocável, P solúvel, C, N Kjeldahl, T, V, m, densidades e umidade, frações granulométricas, Fe, Mn, Cu e Zn. Os tratamentos foram instalados em três repetições por espécie, em parcelas de 32 tubetes suspensos de 75 cm com semeadura direta, resultando em 54 parcelas e 1728 tubetes. Aos 106, 149 e 187 dias após a instalação do experimento foram determinados altura e diâmetro de colo de cada muda. Aos 197 dias foram tomadas ao acaso seis mudas por parcela para medição final de altura, diâmetro de colo, biomassa seca e fresca de raízes e parte aérea e para estado nutricional, com determinações de N nas raízes das três espécies e de N, P, K, Ca, Mg, AI, Fe, Mn, Zn e Cu ria parte aérea de S. terebinthifolius. Os resultados não apontaram diferenças estatisticamente significativas entre os percentuais de emergência de plântulas apresentados pelos tratamentos. A análise estatística mostrou que na fase inicial de crescimento os melhores resultados biométricos para as três espécies foram apresentados nos tratamentos com 30% e 60% de lodo compostado. Ao longo do período observado todos os tratamentos com lodo compostado tenderam à equiparação, à exceção daqueles com E. viminalis Os tratamentos testemunha e com 15% de Iodo alcalinizado apresentaram resultados estatisticamente similares. Em todo o período analisado o tratamento com 30% de Iodo alcalinizado foi estatisticamente o de piores resultados biométricos para as três espécies. O conteúdo de N nas raízes de todas as espécies foi menor com 30% de lodo alcalinizado e maior com 60% e 100% de Iodo compostado. Para a parte aérea de S. terebinthifolius os teores de Ca, Mn e Zn foram maiores no tratamento com 100% de Iodo compostado. O teor de Zn foi diretamente proporcional aos percentuais de lodo compostado nos substratos e inversamente proporcional aos teores de P nas mudas. Os conteúdos de Ca, AI, Fe e Mn foram maiores nos tratamentos com 100% de lodo compostado. O tratamento com 30% de Iodo alcalinizado resultou nos menores conteúdos de N, K, AI, Fe, Mn e Cu e em maiores teores de Mg e K. O lodo de esgotos anaeróbio digerido apresentou-se viável como componente de substratos para a produção de mudas para as três espécies florestais testadas. Os resultados de substratos com lodo alcalinizado foram inferiores aos dos substratos com lodo compostado, que se mostrou com melhores resultados biométricos e nutricionais em percentuais entre 30% e 60% do substrato para as três espécies testadaspt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectLodo como fertilizantept_BR
dc.subjectBracatinga - Mudaspt_BR
dc.subjectEucalipto - Mudaspt_BR
dc.subjectAnacardiacea - Mudaspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleProdução de mudas de Eucalyptus viminalis Lambill. (Myrtaceae), Schinus terebinthifolius Raddi (Anacardiaceae) e Mimosa scabrella Benth. (Mimosaceae) em substrato com lodo de esgoto anaeróbio digerido alcalinizado e compostadopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record