Show simple item record

dc.contributor.authorGalvao, José Carlos Alvespt_BR
dc.contributor.otherPortella, Kleber Frankept_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Tecnologia. Programa de Pós-Graduação em Engenhariapt_BR
dc.date.accessioned2011-01-05T10:41:20Z
dc.date.available2011-01-05T10:41:20Z
dc.date.issued2011-01-05
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/25004
dc.description.abstractResumo: O presente trabalho apresenta a proposta de ser aplicado o concreto com adição de materiais reciclados como material de reparo (MR) de superfícies hidráulicas. A Usina Hidroelétrica Mourão, localizada no município de Campo Mourão – PR inaugurada em 1964, foi objeto de estudo de campo. Nas inspeções realizadas constatou-se que o vertedouro apresentava defeitos devidos a prováveis efeitos erosivos, resultando em desplacamento superficial e necessitando da aplicação de MR. Para definir o MR foram realizadas misturas de concreto com adição dos seguintes materiais reciclados: polietileno de baixa densidade (PEBD), polietileno tereftalato (PET) e fibras de pneus inservíveis, em diferentes teores (0,5; 1,0; 2,5; 5,0 e 7,5%), em substituição parcial do agregado miúdo. Estas misturas foram comparadas com um concreto sem adições considerado o concreto de referência (CR). Os concretos com adição de materiais reciclados e o CR foram avaliados em laboratório quanto às suas propriedades mecânicas de resistência à compressão, tração por compressão diametral e aderência. A partir dos resultados de laboratório foram selecionados os concretos com os teores de 2,5 e 5,0% para aplicação em campo. Além dos concretos com adição de materiais reciclados foram aplicados em campo o CR e três tipos de concretos reforçados com fibras comerciais: multifilamento de PP, corrugada de PET e microfibra de PE e PET. Todos os materiais aplicados em campo foram analisados em ensaios de resistência à abrasão pelo método submerso e em ensaios de envelhecimento acelerado realizados em câmara úmida com SO2 e nos banhos por imersão em NaCl, Na2SO4 e água destilada, onde os corpos de prova submetidos ao envelhecimento foram acompanhados pela técnica de potencial de corrosão. Os resultados laboratoriais e de campo indicaram que os concretos com a adição dos materiais poliméricos estudados podem ser empregados como MRs de superfícies hidráulicas degradadas proporcionando um desempenho satisfatório e com custo menor se comparados com os materiais geralmente empregados nestes casos, com a vantagem de se obter uma destinação final adequada destes resíduos sólidos.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleUso de materiais poliméricos reciclados em estruturas de concreto para superfícies hidráulicaspt_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record