Show simple item record

dc.contributor.advisorHoeflich, Vitor Afonso, 1949-pt_BR
dc.contributor.authorFerreira, Aguimar Mendespt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Agrárias. Programa de Pós-Graduaçao em Engenharia Florestalpt_BR
dc.date.accessioned2013-06-27T15:13:49Z
dc.date.available2013-06-27T15:13:49Z
dc.date.issued2013-06-27
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/24795
dc.description.abstractAnalisou-se a demanda par compensados no Brasil, ajustando-se através do método dos mínimos quadrados, um modelo de demanda envolvendo a período compreendido entre 1978 e 1992. As variáveis explicativas utilizadas neste trabalho foram: a PIB "per capita", os preços dos compensados, os preços dos produtos substitutos e a variável tendência, para reduzir o viez provocado pela possível omissão de variáveis. Testou-se também a variável custo da construção civil, porem esta foi excluída do modelo, por que seu coeficiente não foi significativamente diferente de zero, ao nível de probabilidade de 0,10.O ajuste apresentou bons resultados, sendo que a R2 foi de 0,89, indicando que 89% das variações na variável dependente são explicadas pelo modelo. Por outro lado, a erro padrão das estimativas foi de 7,85%, reforçando a qualidade do ajuste. As variáveis com maior significância foram: 0 PIB "per capita", seguido da variável tendência, acompanhada pelos preços dos produtos substitutos, seguido dos preços do compensado. O alto nível de significância da variável tendência, associado ao alto valor de R2 mostra que esta contribuiu para a redução do erro provocado peIa possível omissão de outras variáveis no modelo. A elasticidade-renda da demanda por compensados, obtido pelo modelo foi de 2,28, indicando que ha uma forte variação na demanda decorrente de variações na renda. Por outro lado a elasticidade-preço da demanda par compensados foi de -0,18. indicando que a efeito cIa variação nos preços sabre a quantidade demandada e menor do que a efeito cia variação na renda sabre a mesma variável. A projeção da demanda por compensados no Brasil para as períodos de 1990/1995, 1995/2000 e 2000/2005. Apresentou, respectivamente, as taxas geométrica de crescimento de 2,96, 2,90 e 2,78% ao anopt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectCompensados de madeira - Consumo (Economia) - Brasilpt_BR
dc.subjectEconomia florestalpt_BR
dc.subjectPolitica florestalpt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleAnalise da demanda por compensados no Brasilpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record