Show simple item record

dc.contributor.advisorReichmann, Brunilda Tempel, 1946-pt_BR
dc.contributor.authorBusato, Cristiane de Oliveirapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Letraspt_BR
dc.date.accessioned2019-11-07T16:19:50Z
dc.date.available2019-11-07T16:19:50Z
dc.date.issued1995pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/24518
dc.descriptionOrientador : Brunilda Tempel Reichmannpt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas, Letras e Artes. Curso de Pós-Graduação em Literaturas de Língua Inglesa. Defesa : Curitiba, 30/11/1995pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractAbstract : This dissertation focuses on The Magus, one of Fowles's most experimental creations. Through an analysis of the genre, characters, and narrative perspectives, I have tried to account for the book's complexities and originality. I have traced a brief historical panorama of romance in literary history, highlighting its main characteristics and relating them to The Magus, in order to better place it within the romance trend. Thus, I have dealt with the quest theme and the theme of illusion and reality as central to the book; I have also analyzed character and the narrative perspectives, considering the role of the reader, the narrator and the enigmatic figure of the magus, trying to show how Fowles's conscious manipulations of these themes, characters and devices contribute to the creation of an ingenious and self-reflective postmodern narrative. Throughout this study, I have attempted to contrast and compare the novel and the romance forms working within The Magus. I have sought to demonstrate that The Magus is neither a pure novel nor a pure romance; rather, it intermingles the two forms creating a third "genre' which I call "postmodern romance". In relation to literaiy theory I have resorted to Thomas Beebee's theory of generic instability, Northrop Frye's study of the romance as genre, Brian McHale's analysis of postmodernism as well as to Gillian Beer's history of the romance genre, as a means to describe, account, and validate a narrative which has been dismissed as 'pretentious and empty' by many critics. I hope to have shown how John Fowles's The Magus is an important literaiy experiment which succeeded in recontextualizing and revitalizing the romance form within contemporary fiction.pt_BR
dc.description.abstractResumo : Essa dissertação examina The Magus uma das obras mais experimentais de John Fowles. Através de uma análise do gênero, dos personagens, e das perspectivas narrativas, tentei dar conta das complexidades e originalidade subjacentes à obra. Traçando um breve panorama da história do romance medieval, i.e., do "romanesco" na história literária, enfatizo suas características principals e relaciono-as às encontradas no livro, procurando assim situar The Magus no gênero romanesco. Enfoco os temas da "busca" e da ilusão o realidade como centrais ao livro; da mesma maneira, os papéis do leitor, do narrador e da figura enigmática do mago são estudados para demonstrar como as manipulações consciences desses temas, personagens e artifícios contribuem para a construção de uma narrativa original e autoreflexiva. Ao longo deste estudo, tentei contrastar e comparar as formas do romance e do romanesco (romance medieval) presentes em The Magus. Também busco demonstrar que The Magus não é um romanesco "puro" tampouco uma ficção romanesca "pura"; ao contrário, o livro mistura os dois gêneros, criando um terceiro gênero que chamo de "romance ou romancesco pós-moderno". Com relação à teoria literária, recorro ao estudo sobre a instabilidade dos gêneros de Thomas Beebee, ao estudo do romance medieval (romanesco) como gênero literário de Northrop Fiye, a análise do pós-modernismo de Brian McHale e a história do gênero romanesco de Gillian Beer, a fim de descrever, validar e dar conta de uma narrativa que foi criticada como "pretenciosa e vazia" por muitos críticos. Espero ter conseguido mostrar que The Magus realiza um importante e bem sucedido experiments literário ao recontextualizar e revitalizar a forma do romanesco dentro da ficção contemporânea.pt_BR
dc.format.extentviii, 131f.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languageInglêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectLiteratura inglesa - Estudo e ensinopt_BR
dc.subjectPós- modernismo (Literatura)pt_BR
dc.subjectFowles, John - 1926-pt_BR
dc.subjectDissertações - Letraspt_BR
dc.titleJohn Fowles's "The Magus" as a postmodern romancept_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record