Show simple item record

dc.contributor.advisorSandmann, Antônio José, 1932-pt_BR
dc.contributor.authorFreitas, Margareth de Souzapt_BR
dc.contributor.otherCosta, Iara Bemquerer, 1948-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Letraspt_BR
dc.date.accessioned2019-10-22T13:12:02Z
dc.date.available2019-10-22T13:12:02Z
dc.date.issued1990pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/24359
dc.descriptionOrientador : Antônio José Sandmannpt_BR
dc.descriptionCo-orientador : Iara Bemquerer Costapt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná. Curso de Pós-Graduação em Letras. Defesa : Curitiba, 1990pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração : Linguística de língua portuguesapt_BR
dc.description.abstractResumo: O presente trabalho trata da derivação regressiva na perspectiva do modelo DRESSLER. Aplicando-se a Escala de Iconicidade Construcional de DRESSLER, a dados do português, como ponto de partida, constatou-se que a derivação regressiva (DR), considerada tradicionalmente um processo de subtração é bastante produtiva no português contemporâneo contrariando assim a previsão do autor de uma improdutividade geral dessa técnica nas línguas. A revisão de literatura sobre a DR revelou duas posturas básicas: a tradicional, considerando-a como a redução e a de LOBATO, que a define como a simples projeção de um radical verbal. Uma terceira posição, defendida por SANDMANN, considerada a DR como afixação. Por um processo dedutivo, chega-se à posição de DRESSLER, adepto em potencial da proposta de SANDMNN, a qual confirma as previsões da Escala de Iconicidade Construcional. Finalmente mantendo-se a posição tradicional e incluindo-se a DR entregue as regras de subtração, apresenta-se uma estatística da produtividade das regras de formação de palavras no português. Sugerem-se, por fim, uma investigação mais aprofundada sobre a DR e novos questionamentos sobre a estruturação das escalas no modelo DRESSLER.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The present work deal swith the back derivation in the perspective of DRESSLER's model. Applying DRESSLER's scale of Constructional Iconicity to Portuguese data , as a starting point, it was realised that back derivation, tradicionally considered as a subtraction process , is very productive in contemporary Portuguese, contradicting the author' s prediction of the general unproductiveness of this technique in the lanquaqes. The literature revision about back dérivation reveled two basic positions : the traditional one, considering it as subtraction , and LOBATO's, that define it as the simple projection of a verbal root . One third position , presented by SANDMANN, considers the back derivation as a fixation. Throuqh a deductive process , we arrive to DRESSLER's position , probably a SANDMANN's supporter, confirming the predictions of the Constructional Iconicity Scale. Finally, supporting the tradicional position and including backderivation among the subtraction rules, a sample of productivity in the Portuguese word - formation rules is provided. To conclude, it is suggested a deeper investigation on backderivation as well as on the structural form of the scales of DRESSLER's model.pt_BR
dc.format.extentviii, 93 f. : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectDressler, Wolfgang U. (Wolfgang Ulrich), 1939-pt_BR
dc.subjectLinguisticapt_BR
dc.subjectGramatica comparada e geral - Formação das palavraspt_BR
dc.subjectLingua portuguesa - Morfologiapt_BR
dc.subjectDissertações - Letraspt_BR
dc.titleA derivação regressiva na perspectiva do modelo Dressler : algumas consideraçõespt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record